Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Vegetariano - 100% sabor, 0% Carne

Ontem foi dia de estreia na cozinha vegetariana. É verdade que já fiz umas coisinhas em casa que não são nem carne nem peixe, com abundância de queijo e legumes... Mas não a este nível.

 

Fui experimentar um restaurante novo em Matosinhos - abriu no inicio deste ano, creio - apenas com cozinha vegetariana. Aos olhos do comum mortal, diriam que os pratos apresentados diziam respeito a: vitela estufada, rancho e almôndegas de alheira, porque o comum mortal desconhece a existência do seitan, da soja e do tofu. Confesso que se não soubesse que estava num restaurante vegetariano que pensaria mesmo estar a comer carne. Oh céus... tanto,  mas tanto, mas tanto sabor e tão bom!

 

O restaurante chama-se Pé D'Arroz, fica em Matosinhos, bem perto da câmara, e tem comida deliciosa, das entradas à sobremesa. Quem me conhece e segue o blog, sabe que não ganho nada por fazer publicidade, e nem tão pouco conheço os senhores do restaurante,  mas da mesma forma como acho que devemos utilizar as redes sociais e afins para reclamar de maus serviços, também devemos utilizar as mesmas ferramentas para elogiar, quando é caso disso. E quando eu gosto... ai quando eu gosto! Eu publicito e até faço o pino se for preciso.

 

A verdade é que é um sítio todo pipi onde vos tratam muito bem. É um lugar sem dúvida encantador, com música ambiente e à noite está à meia luz, óptimo para um jantar romântico.

 

A verdade é que foi tão fácil esquecer-me que não estava a comer carne... acreditem que comi dois lombos estufados de vitela - não, mas era como se fosse.

 

E as sobremesas? Ai não me lembrem, por favor das sobremesas... 

Vá pronto... relembremos uma das sobremesas para saberem do que estou a falar:

 

IMG_20151116_212417(2).jpg

(Fondant de chocolate, com gelado de limão e framboesas)

 

Os preços são relativamente altos (média de 15€ por pessoa), quando comparado com um restaurante normal, mas o conceito é totalmente diferente, por isso, e tendo em conta que é buffet e que nos podemos servir as vezes que quisermos (com excepção do couvert, da sopa e da sobremesa) não considerei caro.

 

O atendimento é também ele especial e cuidado. Faço apenas uma sugestão, caso alguém do mesmo me leia, deveriam colocar uma plaquinha com a identificação do que corresponde cada prato, porque se um vegetariano pode reconhecer tudo o que está a comer, os leigos como eu e o Mulo, não fazíamos a mínima ideia. Claro que tratamos de pedir mais informações e lá percebemos o que era cada coisa.

 

Perdi assim a virgindade da comida vegetariana, do seitan, da soja e do tofu e apaixonei-me. Na cozinha vegetariana o tempero é tudo, e a verdade é que toda a comida tinha imenso sabor, capaz de despertar qualquer palato adormecido.

 

Só para vos dar um exemplo... comi crepes de vegetais com molho de dióspiro picante! Dióspiro picante, minha gente. Imaginava eu que se poderia juntar dióspiro a crepes salgados, ainda por cima, picante? Claro que não. Mas adorei. Ai que agora vou ter que começar a comprar uns livrinhos que me ajudem a fazer umas receitas cá por casa.

 

Ah.... e como muitos devem saber que já disse algumas vezes, não gosto de couve-flor, mas até couve-flor comi e gostei! Aiiii aquele caril de legumes... tão bom!

 

E pronto, não digo mais nada, quem gostar que vá lá... Fica na Rua do Godinho em Matosinhos...! Vão, vão! Depois digam que não sou vossa amiga!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.