Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Uma espécie de Review de alguém que não percebe nada disto: Assim Nasce Uma Estrela

A minha primeira vez com ATMOS... A primeira vez de Bradley Cooper como realizador... A primeira vez de Gaga no cinema. São demasiadas primeiras vezes para um filme só. Que filme! Só me apetece gritar! E logo eu que não costumo ser fã de remakes, mas como não vi o primeiro filme, nem o segundo, nem o terceiro... Este remake para mim sabe a original.

 

Desde que vi o trailer que eu sabia que tinha de ver este filme. Há filmes que nos fazem qualquer clique no interior, e este é um desses filmes.

 

Posso já acabar com todo o suspense e dizer que amei? Sim, digo-vos já que amei, arrepiei-me vezes sem conta e claro... Chorei. Esta poderia ser a minha review, fechava o computador e ia dormir a sesta para me refazer - sim porque este filme descompensou-me  um bocadinho, talvez por estar a viver a situação que estou... - mas este filme merece ser explanado, só um pouquinho, para não lhe tirarmos a essência, porque é um filme que sem dúvida merece ser visto e merece ser reconhecido.

 

 

Assim Nasce Uma Estrela conta a história de Jackson Maine, um famoso cantor e compositor country, que luta contra uma doença degenerativa auditiva, que o poderá deixar surdo, à medida que se afunda no vício do alcool e das drogas. Após um concerto com a sua banda, entra num bar durante um espetáculo transformista e aí conhece Ally, uma jovem empregada de mesa apaixonada por música, com um talento incrível quer para cantar, quer para compor. Desde logo se apaixonam. Jack é intenso, e apaixonado por Ally decide mostrar ao mundo a sua incrível voz, convidando-a para cantar com ele nos seus concertos. À medida que o amor entre eles evolui Jack melhora no que toca ao seu vício e ambos parecem felizes. Mas tudo muda quando Ally conhece Rez, que se tornará seu produtor musical. Rez afasta Ally da música rock/country e transforma-a numa cantora pop com tudo o que isso implica, para desgosto e vergonha de Jack. E é aqui que Jack entra numa espiral cada vez mais perigosa no que toca ao álcool e às drogas que poderá colocar tudo a perder, desde o seu casamento à sua vida. À medida que Ally vai "nascendo" Jack vai "morrendo", como se o mundo da música só pudesse suportar um deles, não os dois.

 

Assim Nasce Uma Estrela é um filme intenso. É um filme que nos prende do início ao fim do filme, essencialmente para pessoas que como eu vivem a música de uma forma intensa e verdadeira. Uma música no dia e na hora certa podem ajudar-me a tomar decisões.

 

Este é um filme que levanta um pouco o véu do que acontece por trás dos palcos, de como as pessoas se anulam em prol das vendas, do sucesso e de como isso nem sempre lhes trás felicidade, pelo menos não a felicidade que procuram. É um filme que fala de como a ambição pode estragar tudo o que traçamos, e de como os nossos atos influenciam demasiado os outros. É um filme que pretende passar uma imagem clara, é um filme que mais que uma história quer retratar emoções, sentimentos, vivências.

 

Sou fã do Bradley Cooper já há muito tempo e sabia que não me ia desiludir, mas confesso que fiquei bastante surpreendida com a Lady Gaga. O filme não desilude nem um pouco e a química entre os dois atores é... fantástica! A imagem é linda, a história é apaixonante e as músicas? As músicas são incríveis e o Mr. Cooper canta muito bem, aqui confesso que fiquei surpreendida!

 

Sabem que mais? Vejam-no... É incrível!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.