Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Uma espécie de Review de alguém que não percebe nada disto: Deadpool 2

Adorei o primeiro filme e é impossível ficar indiferente ao segundo, apesar de serem bastante distintos. Depois destes dois, só posso dizer que gostava que existisse um terceiro porque é daqueles filmes que nos divertem, o Deadpool é um anti-herói cheio de estilo e carisma!

 

 

Em 2016, Wade, um ex-militar com um cancro em estado terminal, aceita, com uma promessa de ver o seu cancro curado, um convite para participar numa experiência que o transforma num mutante. E é assim que Wade se transforma em Deadpool de fato vermelho - segundo ele para não se ver quando é que ele está a sangrar - e torna-se no anti-herói mais famoso da Marvel. No primeiro filme Deadpool tem um grande dilema: como ficou desfigurado para sempre prefere que a sua namorada - Vanessa - acredite que ele morreu, do que ser visto assim, mas no final reencontram-se e tcharaaann final feliz.

 

No segundo filme, Deadpool e Vanessa decidem ser pais quando um vilão que Deapool andava a perseguir mata Vanessa mudando-o totalmente. DP tenta suicidar-se no entanto o superpoder deste é a imortalidade  - a menos que a coleira antipoderes os desative -  e acaba a juntar-se aos X-Men - a única família que lhe resta. Como primeira missão no novo X-Men Estagiário, é levado para salvar uma criança mutante com o poder de atear fogo com as mãos, mas irreverente como sempre, acaba por não cumprir as regras dos X-Men - não matar - acabando por  ir preso junto com o miúdo - Russel - que é perseguido por um viajante do futuro que não medirá forças até conseguir matar Russel. Para proteger o miúdo, Deadpool cria uma equipa de super-heróis que são todos tão peculiares como o próprio DP. Porque quererá o viajante do futuro querer matar uma criança? Porque quererá Deadpool defender a criança? Será que vão conseguir? Vejam e fiquem a par.

 

Que vos dizer sobre o Deadpool?

 

Deadpool 2 conta-nos mais umas quantas aventuras do DP que está mais sarcástico e cáustico do que nunca. O filme está carregado de referências de nos levar às lágrimas de tanto rir - e outras tantas que não devo ter percebido - e é por isso extremamente engraçado e forte. Mas não deixa, como o próprio Deadpool diz, de ser um filme para e sobre famílias. Cada um com a sua.

 

A verdade é que eu não sou nada fã de filmes de super-heróis, mas a este estou totalmente rendida. É um filme com um certo grau de violência é certo, é um filme que usa a violência com o fundamento de impedir outra violência também é certo, mas o que me faz gostar do Deadpool é a forma caricata como lida com os acontecimentos. É a forma dinâmica do filme. O filme não tem uma única cena parada, não aborrece nem um único minuto e ainda por cima mexe com as emoções a vários níveis. Sim até uma lagrimazita dá para deitar um pouquinho antes do final. Eu sou uma chorona, bem sei, por isso não sou exemplo para ninguém.

 

Algo que adoro neste filme é que o próprio DP vai criticando a trama e dando "dicas" para o realizador.

 

É um filme que no meio desta violência toda e efeitos especiais que nos deixa a pensar: e se pudéssemos viajar no tempo e impedir determinados acontecimentos que poderiam alterar toda a nossa história? E o que faríamos se a nossa família morresse? E o que faríamos se não fossemos protegidos por quem deveríamos?

 

Se ainda assim estão em dúvidas acrescento: A banda sonora é brutal!

 

Adorei o primeiro, adorei o segundo e olhem... vejam! É diversão na certa!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.