Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Uma espécie de Review de alguém que não percebe nada disto: As Cinquenta Sombras Livre

Não há duas sem três e já que fui ver o primeiro e o segundo filme, fazia sentido ver o terceiro para rematar a história. Mas quem quero eu enganar? Eu fiz parte daquele leque de pessoas que estava em pulgas para que saísse o último filme da trilogia! Sou fã assumida da Saga das Cinquenta Sombras de Grey! Já o disse algumas vezes: como literatura acho horrível - li 5 páginas do primeiro livro e foi o suficiente para perceber que aquele livro não era para mim - mas como filme, arrebatou-me o coração.

 

 

 

No terceiro e último filme da saga, Anastacia e Christian casam-se e apesar de inicialmente a vida do casal parecer um conto de fadas, logo se percebe que há muitas arestas a limar para que estes dois possam ser felizes. É um filme com muito mais ação: estes dois andam a ser seguidos e há alguém que quer fazer mal a Anastacia para atingir acima de tudo Christian. Neste filme Anastacia também engravida e isso vai dificultar ainda mais a história do casal pois Christian não tencionava ser pai devido a muitas questões mal resolvidas com o seu passado. Será que estes dois vão conseguir ser felizes?

 

Gostei muito deste terceiro filme. É o mais romântico dos três, há menos sexo e mais preocupação, mais carinho, mais envolvimento dos dois. As cenas de sexo são ainda mais ligeiras do que nos primeiros filmes e há zero cenas - praticamente... - de sadomasoquismo - se é que alguma vez essas cenas existiram. Gostei bastante do facto da personagem de Anastacia se ter revelado mais forte, menos submissa e mais capaz de contrariar Christian. Gostei do facto de Christian estar muito mais tolerante, muito mais carinhoso, apesar de continuar demasiado protetor.

 

Este terceiro filme vem contrariar tudo o que possa ter sido dito dos outros dois filmes: Não é um filme masoquista, não é um filme de violência contra as mulheres e é mais um filme em que há uma mulher que consegue levar a  dela avante. Ou seja: uma mulher simples, que consegue arrebatar o coração de um ricaço mulherengo, casar com ele e conseguir que este lhe seja fiel, no fundo é uma espécie de Pretty Woman mais moderno com mais sensualidade à mistura.

 

Eu gostei imenso da trilogia e adorei este filme pois claro. Sou uma romântica incurável e adoro filmes com histórias de amor com algumas peripécias à mistura, e se nesses filmes ainda existirem atores giros como o Jamie Dornan tanto melhor, ainda que ele possa ser uma personagem altamente cliché. Não quero saber. É só um filme e eu gosto de filmes clichés!

 

Quem é que daqui já foi a correr ver o último filme da saga?

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 16.02.2018

    Sim no cinema resultou muito bem. Adorei!
    Concordo com o que dizes no final, aliás eu nunca achei que ela fosse a atriz ideal para o papel - acho que a Dakota Fanning ou a Amanda Seyfried seria mais adequado - mas neste último já gostei bastante dela, gostei bastante da transformação. Ele continua um idiota mas ainda assim tem a minha simpatia
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.