Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Uma espécie de Review de alguém que não percebe nada disto: Boneco de Neve

Com os dias a terminar mais cedo, é altura de começarmos a ser mais assíduos dos cinemas, e isso já se começa a notar. Regressei, desta vez para ver o filme Boneco de Neve baseado na obra de Jo Nesbø.

 

 

O filme inicia-se com uma cena violenta de um homem a abandonar uma mulher e o filho numa casa no meio de nenhures, devido à mulher ameaçar contar tudo à família deste. Com o abandono, a mulher suicida-se e a criança assiste a tudo. Isso faz com que se torne perturbado e começa a fazer bonecos de neve assustadores. Os anos passam e nunca mais se sabe o que é feito da criança - agora um homem.

 

Com a chegada do inverno surgem os primeiros nevões, e nessa altura, mulheres começam a desaparecer e juntamente com o seu desaparecimento aparecem bonecos de neve assustadores junto às suas casas. Estes desaparecimentos parecem estar relacionados uns com os outros uma vez que o padrão é o mesmo: mulheres com filhos presas em casamentos infelizes. Assim o detetive Harry Hole (Michael Fassbender) começa a investigar estes desaparecimentos enquanto novos crimes, fora de padrão, começam a surgir. Quanto mais próximo da verdade estamos, mais perigosa a história se torna. Quem será o assassino?

 

Antes de mais dizer-vos que é um bom filme. Não é de terror, mas é um bom filme de suspense. Um bom policial. Há algum terror tendo em conta as imagens violentas que por vezes aparecem de corpos mutilados mas não é um filme que provoque sustos ou taquicardia - apesar de nos deixar nervosos - e por isso pode ser visto pelos mais sensíveis. É um filme que relaciona a importância das primeiras relações com a vida adulta, de como estas podem condicionar o futuro de alguém. É um filme que coloca à prova as suas personagens. Cada personagem está mais envolvida no caso do que parece, e todos escondem uma espécie de segredo.

 

Como indiquei à pouco, a história base é muito boa, no entanto senti que ficaram algumas pontas soltas que poderiam ter dado não um filme bom, mas um filme fenomenal. Há muitas personagens promissoras que não foram exploradas, histórias paralelas que poderiam ter incrementado e bastante o filme, mas pelo que li, no livro isso acontece e por isso fiquei curiosa e talvez vá ler. Aliás, fiquei com imensa vontade de ler Jo Nesbø e acho que é a prova de que o filme me cativou.

 

Quem é que daqui já viu?

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 01.11.2017

    Há, realmente, um conflito inicial e uma morte que desencadeam os acontecimentos seguintes mas não é bem um suicídio. E mais não digo . Essa história do ministro é que não estou a ver. Se calhar, foi uma história paralela à qual não dei muita importância.
  • Imagem de perfil

    Charneca em flor 01.11.2017

    O comentário é meu. Peço desculpa por ter comentado como anónimo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.