Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Uma espécie de Review de alguém que não percebe nada disto: A Street Cat Named Bob

Com mais de 1 milhão de livros vendidos apenas no Reino Unido, e traduzido para mais de 30 países, A minha história com Bob - do inglês A Street Cat Named Bob - chegou ao grande ecrã do Reino Unido a 3 de Novembro de 2016. A estreia em Portugal estava prevista para 12 de Janeiro, mas a verdade é que a ser verdade, deste ano já não é, e eu não sei o que aconteceu. Depois queixam-se que as pessoas recorrem à pirataria em vez de irem ao cinema, ou comprarem os originais. Quase 3 meses se passaram desde que estreou no Reino Unido, e quanto a mim, foi dos filmes mais esperados do ano. Queria vê-lo no cinema, tive de arranjar alternativas.

 

Não sou de ver filmes depois de ler os livros, mas esta história apaixonou-me desde sempre e cada livro sabe sempre a muito pouco por isso quando soube que ia para o cinema fiquei bastante curiosa.

 

 

A Street Cat Named Bob relata a história de James Bowen, sem abrigo viciado em heroína, que entra no programa de metadona para começar a recompor a sua vida. Com uma história complicada com os pais, acaba muito jovem nas ruas e quase destrói por completo a sua vida. No programa de metadona consegue uma casa, e a por acidente Bob entra na sua vida e não mais o deixou. Apesar de achar que não é o dono ideal de um gato, por achar que mal consegue tomar conta de si, quanto mais de um gato, acaba por ser afeiçoar àquele ser peludo, e muito da sua mudança e força de vontade, àquele ser peludo deve. É pois claro, uma história com final feliz e uma grande lição de vida.

 

Quando se espera muito um filme é impossível não criar elevadas expectativas, aqui não foi diferente, no entanto, e apesar do filme ser um pouco diferente da versão literária, gostei bastante, mas confesso, era impossível, não estar à espera de mais. Tudo no filme avançou demasiado rápido, enquanto no livro foi tudo muito devagar. Faltou por explorar tanto, mas tanto, mas tanto, que quando terminou pensei: "é só isto?". O filme fez parecer que foi tudo muito fácil, com apenas algumas provocações, mas a realidade está muito longe de assim o ser. James teve muitos problemas com os outros vendedores da Big Issue que levavam a constantes suspensões, James tinha muitas das vezes falta de dinheiro para ter luz em casa, aquecimento e comida - ainda que a questão da comida fosse efetivamente retratada no filme. James foi denunciado por maus tratos a Bob, baseados apenas no facto de ser um ex-toxicodependente a tomar conta de um animal, o que levou a constante vigia por parte da RSPCA, e colocar em causa todo o amor que James dava ao seu gato.

 

Spoiler Alert, Spoiler Alert. A Betty, não era uma pessoa que ele conheceu aquando do programa de metadona, já era uma amiga antiga, e ele no livro foi visitar a mãe à Austrália, e a Betty ficou a tomar conta do Bob, por isso ela também não foi embora.

 

Acho que ficou a faltar tantos pormenores, tantas questões importantes que ficou a saber a muito pouco, mas no geral é um bom filme, capta a essência da história, e por isso se tiverem oportunidade, vejam, que não se vão arrepender.

 

O que achei curioso é que se distingue muito bem - para quem conhece, claro - o verdadeiro Bob, dos outros Bob's, sempre que vos aparecer um gato gordo laranja com os olhos pouco abertos, não tenham dúvidas, é mesmo o Bob!

 

E pronto, já agora, alguém sabe quando é que efetivamente estreia em Portugal?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.