Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Sobre a rotina dos dias

(Em novo confinamento)

Imagem retirada daqui

 

Desde que fiquei desempregada que me tenho mantido ocupada, comecei a correr - amanhã falar-vos-ei sobre isso -, tenho treinado em casa, tenho visto séries várias, tenho mantido a casa limpa e arrumada e os passeios do cão em dia. Tenho tentado manter a cabeça ocupada. Quando está sol, passo os meus dias lá fora para me aquecer - os dias frios deixam-me sem vontade de fazer nada - porque não há tonelada de lenha que se aguente, se a acender sempre que tiver frio.

 

Não tenho tido vontade de estar ao computador, por isso tenho estado novamente ausente. Sinto que tenho tanto para escrever... Tenho tido algumas ideias mas a vontade de ligar o computador e deixar os dedos fluírem não tem surgido. Deixo-me ir. Sempre que a vontade surge, cá estou. Como hoje. Mas não deixa de ser curioso. Sabem aquilo que dizem de: Quanto menos se faz menos se quer fazer? Eu que sempre passei a minha vida ao computador, mesmo nos meus tempos livres passava-os ao computador. Agora que não utilizo o computador no dia-a-dia, passo semanas sem o ligar. Pensei que, se fosse algo que me faltasse, que me iria causar algum constrangimento, mas pelos vistos não. Julguei-o indispensável mas pelos vistos não. Claro que é útil, e há coisas que apesar de poder fazer através do telemóvel que não dispenso fazer no computador, mas ainda assim a minha relação com este bicho está muito diferente. 

 

Aproveito para vos dizer que vi duas minisséries incríveis: Unorthodox - sobre o papel da mulher na cultura ortodoxa e sobre a superação de uma dessas mulheres que recusa e deixa para trás a sua cultura - e A desordem que deixas - sobre a vida e a morte, sobre uma mulher que tenta descobrir o motivo da morte de outra quando ela própria é também colocada em risco. A primeira com apenas 4 episódios e a segunda com 8. Gostei muito, recomendo. São as duas diferentes, mas com capacidade de nos prender ao ecrã.

 

Antes de se instalar o novo confinamento dividia-me entre a minha casa e a casa do moço. Durante a semana com a mãe, a organizar a casa, a ver séries e a comer chocolates no sofá. Ao fim-de-semana com o moço, onde corríamos de manhã e preguiçávamos no sofá durante a tarde a ver séries e documentários. Agora, estou novamente confinada às minhas quatros paredes, uma vez mais longe de tantas pessoas que amo e que me fazem falta. Tenho tentado não pensar muito nisso. Mas não é por isso que me custa menos. Custa sempre.

 

Não sei quando a rotina será diferente, tento não desesperar com isso. Um dia de cada vez não é verdade? Para já é isto, amanhã logo se vê.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.