Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Se eu desse ouvidos ao Mulo...

... A esta hora estava a trabalhar no museu da cera... Provavelmente a fazer de boneco! 

 

Fui comprar uma base, mas como elas estavam todas embaladas e também não me apetecia pedir ajuda, não conseguia perceber qual seria o meu tom. Pareciam-me todas ou demasiado claras ou muito mais escuras que o meu tom e então pedi ajuda ao Mulo para que olhasse para a minha cara e para o tom da base e tentasse perceber qual seria a que mais se aproximava.

 

Mulo: Só a porcelana é que parece o teu tom!

 

Era impossível que a porcelana fosse o meu tom, é simplesmente impossível, porque eu a olhar para ela sabia bem que era muito mais clara que eu. Eu sou muito branca, bem sei, mas tenho um tom rosado o que me dá um aspeto menos branco - ao menos isso! - e lá acabei a escolher a base sozinha tendo em conta o que eu acho que sou. 

 

A base que trouxe, ligeiramente mais escura não teria sido mal, mas apesar de ser mais clara que o meu tom de pele adapta-se muito bem, e com blush e coisa e tal funciona muito bem, foi a minha sorte.

 

Agora imaginem a porcelana, que era muito mais clara do que a que trouxe!

 

Se desse ouvidos ao Mulo estaria neste momento a ser recrutada para fazer de boneco num qualquer museu de cera.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 12.07.2018

    ahahahahahahahahahahahhahahaha

    Pois... eu ponho-me a gozar o meu e não tarda está a adoptar a mesma atitude!
  • Imagem de perfil

    Heidiland 13.07.2018

    Homens, é o que te digo. Se eu aprendi algumas coisas sobre arquitectura, ele bem podia aprender sobre como conjugar cores. Para vestir a miúda dava muito jeito.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.