Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Rotinas, tempo livre e contra relógio

O tempo pergunta ao tempo, quanto tempo o tempo tem. O tempo responde ao tempo que o tempo tem tanto tempo, quanto tempo o tempo tem.

 

 

Tempo. Todos nós corremos atrás dele e tentamos combatê-lo da melhor maneira possível. 

 

 

 

(imagem retirada daqui)

 

 

Perguntam-me muitas vezes como é que me organizo. Saio do trabalho às 20h. Chego a casa por volta das 21h e ainda assim tenho a minha casa arrumada, faço refeições para o dia seguinte, vou ao ginásio 3 a 4 vezes por semana, vejo séries, alimento um blog e ainda... leio.

 

Quando me perguntam como é que eu arranjo tempo para fazer isto tudo dou por mim a pensar: Não faço ideia!

 

A verdade é que correr atrás do tempo é desgastante mas também pode ser revitalizador. Ora deixem-me tentar explicar. Mais de metade do meu dia é passado a trabalhar e uma grande parte a dormir - sim que eu sou Mula mas tento ter um sono revitalizador de princesa, que oscila entre as 7 e as 9 horas diárias - por isso nas poucas horas que me restam tenho de correr atrás do prejuízo.

 

Tenho a felicidade de ter uma hora e meia de almoço - na maioria dos dias! - e como 30 minutos são suficientes para eu almoçar, aproveito a restante hora para viver o meu momento zen do dia, que é como quem diz, para ler. Ainda ontem, tive um dia bastante complicado e só tirei 1h de almoço. Sabem o que fiz? Almocei na pausa e usei aquela hora de almoço para me dedicar inteiramente às leituras. Este momento zen entre mim e um livro a meio do dia revitaliza-me a mente e ajuda-me a aguentar as restantes horas que faltam sem pirar da cabeça. Depois, olhem, é trabalhar até que a alma  me doa. E dói... Oh se dói! 

 

Basicamente saio, dia após dia, do trabalho desgastada psicologicamente, há dias que até parece que levei com uma marreta na cabeça e até os olhos custam a focar por passar o dia inteiro sentada ao computador. Nos dias em que saio pior é nos dias em que mais faço por ir para o ginásio. Incrivelmente os dias em que saio do trabalho diretamente para o sofá de casa, são os dias mais curtos e no dia seguinte acordo com a sensação de que acabei de sair do trabalho e já ali estou novamente. Essa sensação é do mais deprimente que há. Por sua vez, quando saio do trabalho para o ginásio parece que o dia esticou, parece que entre o trabalho do dia anterior e o trabalho do dia seguinte fiz muita coisa, e incrivelmente quando saio do ginásio parece que esqueci o dia altamente stressante que vivi. Por isso é que é importante ir ao ginásio nos piores dias de trabalho. Parece contraditório mas é revitalizante.

 

Basicamente, chegue à hora que chegar, seja às 21h - quando não vou ao ginásio - seja às 23h - quando vou para o ginásio - é hora de comer e preparar a refeição do dia seguinte, e aí faço por fazer coisas rápidas e simples para poder utilizar o resto do tempo que me sobra para: namorar, ver uma série ou vir ao blog. Não necessariamente por esta ordem, nem em sobreposição.

 

Quanto à casa confesso: Prefiro tirar umas horas à noite na véspera da minha folga para limpar e arrumar, do que gastar o pouco tempo que tenho para descansar, na casa. Manutenção é a palava chave. Assim sobra também um pouco de tempo para dormir uma sesta no sofá, ou fazer uma maratona qualquer de uma série qualquer.

 

E é assim: Passo praticamente 11 horas fora de casa e 8 ou 9 horas a dormir, resta-me ser inteligente para usar as restantes 4 horas que me sobram da melhor maneira possível de modo a ser feliz.

 

E vocês, como é que utilizam o vosso tempo livre?

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 23.08.2018 00:23

    Ás vezes também acho que sim, mas depois vejo malta a acordar às 7h da manhã para irem ao ginásio e vejo que o que eu faço não é nada.

    Quando tinha dois gatos também não era fácil ter a casa organizada. Eu organizava e quando chegava parecia que tinha sido assaltada.

    Adoro esses dias de fazer nada. Já tenho saudaddes, mas as férias só chegam em finais de setembro.
  • Imagem de perfil

    Sofia 23.08.2018 11:09

    Essa malta, toma algo duvidoso era mesmo eu!
    Eu só deixo a porta do quarto deles, a wc e a sala aberta e mesmo assim há brindes de remodelações.
    É tão bom...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.