Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Quando me obrigam a ser desagradável

Estava a trabalhar. Recebo uma chamada de um número desconhecido e atendo. Óbvio, era de uma entidade qualquer de crédito a querer "oferecer-me" uma proposta fantástica e maravilhosa de um seguro de proteção para tudo e mais um par de botas.

 

Sou delicada. Digo que não estou interessada

 

Continua a insistir, que me poderia ligar noutra altura. Volto a ser fófinha e digo uma vez mais que não estou interessada. Mas a mulher não desiste e utiliza o seu último trunfo:

 

"Como pode não estar interessada se não me deixa falar e só diz que não está interessada?"

 

Digo-lhe que estou a trabalhar que não tenho tempo. Passa para a chantagem emocional: "Pois eu também só estou a tentar fazer o meu trabalho e a não me está a deixar!" digo-lhe mais uma vez que não estou interessada, que não vou mudar de ideias, e que está a perder o seu tempo. Tenta mais uma vez "Não estou a perder o meu tempo". Remato com um "agradeço o tempo dispensado, mas como já lhe disse não tenho interesse" e a moça continuou a falar. Porque sou uma pessoa educada - tem dias, estava a trabalhar e não me apetecia ser mal educada - desejo-lhe um bom trabalho e um bom fim-de-semana e desligo. Incrivelmente a senhora continuou a falar e a dizer coisas que já não ouvi.

 

Desliguei.

 

Obviamente desliguei.

 

Compreendo que as pessoas estão a tentar ganhar o seu para pagar contas mas... Na minha terra, um não é um não, qual é a dificuldade em respeitar um não? Que a senhora ainda tentasse insistir uma vez parece-me bem, podia ser das que cedia, mas para quê entrar em conflito com o cliente? Como é que alguém acha que vai conseguir vender o que quer que seja entrando em conflito com o cliente?

 

A minha vontade era deixá-la fazer o seu trabalho todo até ao fim e no final dizer-lhe simplesmente: "Eu já lhe dei a resposta, como lhe disse desde o início, não estou interessada. Obrigada!Mas eu como não gosto que me façam perder tempo, também não gosto de fazer perder o tempo dos outros. Limitei-me a desligar, pelos vistos abruptamente apesar de me ter despedido, e logo a seguir colocar o número na lista negra.

 

Irra. Larguem-me da mão!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.