Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Quando 1+1 não é igual a 2

Nunca me entendi muito bem com a matemática. Apesar de sempre ter seguido pela via das ciências sou mais ligada a línguas. Talvez por isso, isto não me esteja a fazer sentido. Não sei fazer contas. Talvez seja isso.

 

Com a pandemia passamos demasiado tempo em casa, não era viável utilizar, como em anos anteriores, o aquecedor, porque caso contrário mais valia casar-me com o CEO da EDP a ver se conseguia uma abébia jeitosa no final do mês quando chegasse a fatura da luz.

 

IMG_20210121_172703.jpg

 

Pois que decidimos, pela primeira vez, comprar lenha à tonelada em vez dos habituais briquetes que comprávamos em anos anteriores uma vez que só acendíamos a salamandra ao fim-de-semana. Compramos assim, em meados de novembro, meia tonelada na inocência de ser muita lenha. Há uma coisa que a matemática me ensinou e que nunca esqueci: meia tonelada são 500kg! É muito quilo de lenha. Na nossa inocência iria dar-nos para alguns meses.

 

[Pausa para rir frenética e nervosamente.]

 

[Bem, estou restabelecida.]

 

Pois que não, também é verdade que abusamos alguns dias, mas a verdade é que deu apenas para mês e meio. Assim no final de Dezembro acabou a lenha e na impossibilidade de nos trazerem mais, optamos por comprar alguma lenha a saco no supermercado para nos aguentarmos até ao novo carregamento.

 

Como o vendedor anterior só tinha disponibilidade para dali a três semanas, encontrei um outro fornecedor, mais barato até. No início de janeiro adquirimos assim uma tonelada de lenha. Se meia tonelada deu para mês e meio, pelas minhas contas uma tonelada deveria de dar para três meses. Ou seja comprei em Janeiro, a lenha deveria acabar apenas em março com a chegada da primavera. Parecia-me muito bem. A partir de março os dias são mais quentinhos, ficaríamos bem. Ora, na minha matemática, que é medíocre, uma tonelada é o dobro de meia, certo? Ou seja, por esta lógica eu deveria de receber o dobro da lenha que recebi em novembro certo? Errado! Afinal não é só a minha matemática que é má, lamento informar-vos que a vossa também é péssima.

 

Não, eu não recebi o dobro da lenha. Era realmente mais que a anterior, mas não era o dobro, tanto que ficou exatamente no mesmo sítio apesar de ter andado a arranjar mais espaço noutros locais porque na minha ilusão ela não caberia no mesmo sítio.

 

Ainda dei o benefício da dúvida. A lenha vinha mais pequena, era até mais jeitosa que a outra e fiquei com a ideia de que era apenas uma questão de encaixe da lenha uma na outra. Primeira experiência: A lenha parecia-me húmida. Hmm... Foi só nesse dia, nos restantes dias a lenha ardeu bem. Concluímos que deveria de estar seca, que apenas alguma deveria de estar húmida e que tínhamos tido azar naquela que trouxemos para cima.

 

Só que agora, concluo com toda a certeza que não recebi uma tonelada de lenha. A que tenho não chegará nem a meio de fevereiro, quanto mais chegar a março. E como é que se reclama disto? Que provas tenho que não comi pinho ao pequeno almoço e carvalho ao jantar e que a lenha se evaporou por obra de magia apesar de já não a ligar ao início do dia como chegou a acontecer com a outra...?

 

Estou chateada! Estou mesmo chateada! Que faço para a próxima? Compro uma balança industrial para pesar todo o camião ou pego na balança da cozinha e peso cada toro para depois me lançar ao colarinho do homem e o chamar de bandido? É que de certeza que não foi o da meia tonelada que me deu lenha a mais... Certamente foi o da tonelada que me deu lenha a menos. Demasiada lenha a menos.

 

Já sei que o barato sai caro, mas aqui falamos de honestidade. Até podia ser uma lenha de péssima qualidade - que não é - mas vir o peso que eu comprei. Isto assim é que não. Falando com os meus padrinhos, este ano queixaram-se do mesmo. Que compraram 2 toneladas no início do inverno, como sempre, e que veio menos que nos anos anteriores.

 

Concluí que será mais fácil ir comprando meia tonelada de cada vez, que será mais difícil de nos roubarem, mas ainda assim... Porque tem de ser assim? Por que é que anda sempre meio mundo a prejudicar meio mundo?

 

Estou chateada...  Esta Mula não se dá bem com o frio...

 

Já agora, malta do Porto: Recomendam alguém sério para me venderem lenha da boa?

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 27.01.2021

    Por aqui ainda compensa mais do que o aquecedor e já fizemos a experiência, talvez porque os que temos a óleo são antigos e não são nada económicos... A casa também é antiga, tem mau isolamento o que não ajuda. Mas sim... Arde demasiado rápido! Até podia comprar lenha dura, mais cara mas mais lenta, mas a verdade é que essa também não faz tanta chama e gostamos de ver aquilo a arder...
    Mas é triste que enganem as pessoas...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.