Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Primeira dose...

Check!

Sim, só ainda tomei a primeira dose. Sim, eu sou culpada daquilo que me acusaram no centro de vacinação: Sou uma fugitiva! Mas também para que fique registado, tomei a primeira dose sob protesto! 

 

Não, eu não sou contra as vacinas, nem nada que se assemelhe. Sou contra o covid, apenas e só. Mas não ser contra as vacinas não significa que as queira para mim - também não sou contra as calças à boca de sino, e no entanto isso não entra no meu armário! -, porque considero que não há estudos suficientes das mesmas, e ninguém sabe muito bem ao certo quais os efeitos que estão a criar, seja a curto ou a longo prazo e para além do mais, eu vi o filme Eu sou a Lenda, eles também achavam que tinham encontrado a cura para o cancro e vejam no que deu... Ah e tal é filme! É filme, mas sempre me ensiram que a ficção imita a realidade. Estão a perceber bem o problema?

 

Mas, agora falando bem a sério, pensem comigo:

 

Se é verdade que não estamos tão mal deste a vacinação em massa - e os números falam por si -, também é verdade que a serem verdadeiros os dados que nos dão, e esses dados a 1 de Dezembro reportam que 87,8% na população portuguesa já está vacinada com pelo menos as duas doses, este tipo de medidas e proibições e afins só vêm reforçar a ineficácia da vacina. Porque se fosse eficaz, os números covid estariam bastante diferentes e não seria necessário as pessoas apresentarem certificados e testes para acederem a determinados bens e serviços.

 

Então se é assim tão ineficaz, Mula, porque a tomaste?

 

Primeiro, porque os vacinados, apesar de poderem andar aí a passar covid na mesma como se não houvesse amanhã são uns priveligiados... E basicamente vacinei-me porque não quero viver como um ermita - já que agora para tudo e mais alguma coisa tenho de ter certificado ou testes negativos, e testes à covid gratuitos são apenas 4 por mês e não tenho dinheiro para sustentar farmácias - e tenho de vos confessar que o que mais pesou na minha decisão foi o facto de me "tirarem" o ginásio. Não tiraram, porque posso fazer testes para ir, e assim farei enquanto não tiver certificado digital. AS MINHAS AULAS DE ZUMBA À TERÇA E QUARTA NINGUÉM MAS TIRA! E basicamente é isto... o meu amor pela zumba é tanto que me vacinei por ela. Podia ser por amor a um moço esbelto, moreno de olhos verdes? Podia... Mas não, foi mesmo por amor à zumba...

 

A modos que é isto...

 

Andei a caminhar por entre as gotas de chuva, e agora encurralaram-me. Bem jogado, Costa, bem jogado! Aceito a derrota: Costa 1 - Mula 0.

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 03.12.2021

    Atenção que a vacina não impede a transmissão, isso está mais que provado! O que a vacina supostamente faz é que diminiu a sintomatologia... Mas também já saíram estudos que provam que a carga viral de um vacinado e de um não vacinado é igual...

    https://www.dn.pt/sociedade/estudo-aponta-pico-de-carga-viral-similar-entre-vacinados-e-nao-vacinados-14267675.html

    Por isso é que acho que a vacina deve ser uma escolha e não uma obrigação, porque só prejudica o próprio - e eventualmente o SNS -, não prejudicam os demais! Por isso muito cuidado com essas crenças que acabam por ser falsas.

    Para além do mais, os anticorpos da vacina duram muito pouco tempo no nosso corpo, pelo que o tempo entre vacinas já está a diminiuir... Vamos andar a tomar quantas vacinas por ano? Sabes o que isso pode fazer ao nosso sistema imunitário?... Não acho, sinceramente, que a longo prazo que estas vacinas todas tragam mais bem que mal. Mas espero, MESMO, estar enganada.
  • Imagem de perfil

    Sofia 03.12.2021

    A questão dos anticorpos não é assim tão relevante, pois não são eles os responsáveis pela imunidade. Aquilo que as vacinas criam são células de memória. Eu escrevi sobre isso há uns anos, muito antes do Covid: https://albumdetestamentos.blogs.sapo.pt/nao-sejam-idiotas-vacinem-as-vossas-103071 O pior é que não existe maneira de contar as células de memória no sangue, tanto quanto sei. Mas acho que ainda não há provas de que a imunidade esteja a diminuir.

    Eu por acaso não concordo muito com a terceira dose, tirando doentes críticos, nem com novas doses todos os anos, a menos que sejam adaptadas às novas variantes do vírus. Afinal de contas, é o que se faz com as vacinas da gripe: levamo-la todos os anos porque o vírus da gripe está sempre a mudar. Mas nesta fase acho que era mais importante vacinar os países que ainda não estão vacinados, porque parece que é aí que estão a surgir as variantes. E sim, estas não afetam assim tanto a transmissão, mas consta que já estão a desenvolver vacinas que reduzam a transmissão.

    Eu acho que continua a valer a pena fazer pelo menos duas doses. Levamos várias ao longo da vida, temos vacinas há mais de cem anos, não existem registos de danos provocados por elas – pelo contrário, temos inúmeras vidas poupadas e mesmo algumas doenças erradicadas. É certo que esta é ainda recente, mas a tecnologia já estava a ser desenvolvida há anos, precisamente para o caso de haver uma pandemia como esta. E hoje sabemos muito mais sobre vacinas do que há cem anos, inclusive sobre a sua segurança.

    "Vamos andar a tomar quantas vacinas por ano? Sabes o que isso pode fazer ao nosso sistema imunitário?"

    Explica lá. O que é que tomar várias vacinas por ano faz ao sistema imunitário?
  • Imagem de perfil

    Mula 03.12.2021

    "mas consta que já estão a desenvolver vacinas que reduzam a transmissão."

    E no dia que essas estiverem disponíveis, eu estarei lá assim que possível, porque essas sim fazem-me todo o sentido.

    "Levamos várias ao longo da vida"

    Sem dúvida, e eu tenho todas as possíveis, mas normalmente são vacinas que têm vários anos de estudos, onde verificam efeitos secundários a curto e a longo prazo. Estas criadas do pé para a mão - eu sei que são essenciais, e tal como disse, não sou anti vacinas - não me dao confiança. E quando tenho as minhas médicas - sou acompanhada pela minha médica de família e por uma no hospital - que perante a minha indecisão não me dão força para a tomar... Isso diz muito também. Mas pronto, eu já fiz a minha parte, meia que obrigada, mas já fiz a minha parte.

    "Explica lá. O que é que tomar várias vacinas por ano faz ao sistema imunitário?"

    Uma vacina ou outra, provavelmente não fará nada de mal, só fará bem. Agora, se andarmos constantemente a tormarmos vacinas, temo que estejamos a criar cada vez mais virus resistentes a medicamentos... O mesmo como quando tomamos um antibiótico. Um antibiótico por outro só nos fará bem - no sentido que nos cura - mas demasiados antibióticos cria resistencia dos microorganismos a infecções futuras e consequentemente os mesmos deixam de fazer efeito.
  • Imagem de perfil

    Sofia 03.12.2021

    Conforme expliquei noutro comentário, as vacinas funcionam de maneira diferente que os antibióticos. Além disso, as resistências aos antibióticos ocorrem quando tomamos antibióticos sem que haja uma infeção bacteriana, ou risco de uma infeção bacteriana.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.