Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Plano milagroso de emagrecimento

Pois é meus amigos, descobri como acabar com a gula que há em mim, sem esforço, sem dietas malucas, sem fome. Descobri não um, mas dois inibidores naturais de apetite. A continuar assim, vou conseguir emagrecer quase que por milagre. Querem conhecer o meu segredo? Querem? Querem muito? 

 

Então aqui vai.

 

 

 

Ontem à noite, agarrada agarradinha ao meu Labirinto dos Espíritos, já passava da hora normal a que costumo adormecer, assim deu-me uma laricazinha fora d'horas, e fui, porque já sabem que sou pior que a canalha a comer, aquecer uma caneca de leite com estrelitas (#sempatrocínios) e levei a minha taça de cereais para a cama, começo a comer toda feliz e contente quando olho para o leite e vejo escondido entre uma estrelita e outra uma coisa esquisita. Não consegui perceber se era um mosquito ou uma aranha pequena, a verdade é que nem explorei muito, fui logo deitar a minha ceia fora e posto isto perdi totalmente o apetite. Dieta 1- Mula 0.

 

Hoje acordei com fome, pois claro, e então fiz o meu prato favorito de combate à solidão: massa cozida com ovos mexidos e umas salsichas. Hmmm.... que delícia. Seria uma delícia se eu não tivesse adicionado ketchup (#sempatrocíniosnãohánomes) sem ter verificado se ainda estava comestível. Não estava. Sorte a minha que ainda tinha sopa no frigorífico e que a preguiça me impediu de ir cozinhar mais o que quer que seja. Dieta 2- Mula 0.

 

A continuar assim, chego à primavera elegantíssima!

 

Já sabem: insetos na comida e molhos estragados para uma dieta forçada e funcional! Encomendem já os seus antes que esgotem.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.