Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Pedido de Desculpas nº3

Uma espanhola entra com nariz empinado cá na loja e vem pedir informações sobre o autocarro turístico. Após ter dado todas as informações na sua língua, caí no erro de dizer "amarelo" em vez de "amarillo". O caos! O horror! O olhar demoníaco!

 

"- Es amarillo!!!" diz-me, numa arrogância que só visto - porque contado ninguém acredita.

 

Posto isto, venho, uma vez mais, por este meio, fazer um pedido público de desculpas a esta senhora, por ter falado na minha língua materna, por ter falado português em Portugal. Peço também desculpa por ter sido sempre simpática* e prestável, mesmo quando a senhora não se desfazia em sorrisos.

 

Tenho muita pena, a sério que tenho, que Portugal tenha habituado tão mal os seus turistas, que nunca os tenha forçado a esforçarem-se. Porque nunca falaram português quando vou a Espanha, nem quando vou a Londres e afins e não me parece que tenham menos turistas por não se adaptarem a eles. Então porque tenho eu de me esforçar para falar uma língua que não é minha, e ainda levar com antipatias por um erro, completamente perceptível? Felizmente este tipo de clientes são uma minoria...

 

Muitos sentimentos, mas uma só palavra: Enfim...!

customers

 
*Há quem diga que sou paga para ser simpática de qualquer maneira, eu considero que o ordenado que me pagam ao final do mês não cobre a minha simpatia, mas como a amabilidade desta mula é quase inesgotável, ofereço-a a esta casa como um bónus - apesar de nem sempre merecerem.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 14.08.2015

    Muito obrigada.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.