Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Oh não! Outra publicação de Londres: Londres para Iniciantes

Imagino eu, que vocês já deitem Londres pelos olhos, e que até já tenham perdido alguma vontade de ouvir falar sobre esta bela capital europeia. Mas como prometido ao Sr. Solitário mostro-lhe pontos bem conhecidos e bem visitados desta cidade.

 

Sim, porque apesar da Mula fugir dos lugares comuns, dos pontos mais turísticos e das confusões das multidões, a Mula das duas primeiras vezes que visitou Londres também andou como os carneirinhos em passo lento em frente ao Big Ben e às Casas do Parlamento, também tirou fotografia com o leão de Trafalgar Square e com as cabines mais famosas do mundo, bem como também quis ver o ponto mais central do mundo - longitudinalmente falando - e aconselha a que todos os que visitem esta capital europeia a visitar também cada um destes pontos antes de passar para os que fui referindo nestas reportagens anteriores. A verdade é que ninguém acreditará que foram a Londres se não passarem pelos pontos mais turísticos. Por isso vamos lá:

 

10 locais de visita obrigatória em Londres 

+

2 para o caso de terem mais tempo

 

1. Big Ben

 

Mesmo quem nunca visitou Londres conhece o relógio mais famoso do mundo situado no Palácio de Westminster junto ao Rio Tamisa. Apesar de Big Ben ser habitualmente utilizado como referência à torre em si, este termo é na realidade referente ao sino que a torre contém. Um sino de 2,39 metros - e 2,74 de diâmetro - pesa mais de 13 toneladas e foi fabricado pela Whitechapel. A torre em si, foi baptizada em 2012 de Elizabeth Tower -  como comemoração do Jubileu de Diamante da Rainha Isabel II - e anteriormente era conhecida simplesmente por Clock Tower - ou seja a Torre do Relógio. Quanto ao relógio, é considerado o 2º maior relógio de quatro faces do mundo, tendo sido concluído em 1858.

 

BigBen.jpg

 

Caminhando um pouco pelas laterais...

 

 

2. Houses of Parliament

 

... Logo ali ao lado do Big Ben, bem juntinho, temos as Casas do Parlamento - também conhecido por Palácio de Westminster - que é um dos maiores palácios do mundo que contém a Câmara dos Lordes e a Câmara dos Comuns - câmaras do parlamento do Reino Unido. Construído na Idade Média, grande parte do palácio foi consumido por um incêndio em 1834, tendo apenas sido reconstruído em 1840 numa obra que demorou 30 anos a ser concluída.

 

(Foto retirada da internet)

 

Atravessando a ponte para a outra margem do Rio Tamisa é possível ver o London Eye. 

 

 

3. London Eye

 

O London Eye, é nada mais nada menos que uma roda gigante, inaugurada no ano 2000 - daí também ser conhecida pela Roda do Milénio - tendo sido até 2006 a maior roda gigante do mundo com 135 m de altura. Quanto ao seu valor, as opiniões dividem-se: uns gostam, outros não. Eu gostei, uma vez que, no que respeita à viagem em si, não há muito por onde não gostar. Só acho que o dinheiro não vale a pena. Pagamos pouco mais de £20 - o que tendo em conta a conversão, ficou quase por 30€ por pessoa - e a viagem dura cerca de 30 minutos (referente a uma volta completa). Os primeiros e os últimos 5 minutos são engraçados, as vistas (quando o céus está limpo) são fantásticas, só que são as mesmas durante 30 minutos, por isso o restante tempo é só mais do mesmo. Mas acho que deveriam de andar nisto pelo menos uma vez na vida.

 

London Eye.jpg

Continuando em Westminster, apenas a 5 minutos a pé do Big Ben, temos...

 

 

4. Trafalgar Square

 

... Trafalgar Square que é uma das praças mais famosas de Londres e foi edificada em homenagem à Batalha de Trafalgar de 1805. É constituída por alguns monumentos. o maior: a Coluna de Nelson - em homenagem ao Almirante Nelson que liderou a Royal Navy em Espanha - rodeada por quatro imponentes leões, como protecção. Possui também duas fontes e em 2014, quando a visitei pela primeira vez, também possuía uma gigante galinha azul num dos quartos pilares de Trafalgar - no Fourth Plinth. Esta exposição de esculturas no Fourth Plinth tem um carácter temporário sendo que são frequentemente modificadas. Hahn/Cock - assim denominada esta escultura da galinha azul - foi desenhada pela alemã Katharina Fritsch e esteve em exposição desde 25 de Julho de 2013 até 17 de Fevereiro de 2015. Actualmente encontra-se um esqueleto de um cavalo, denominado de Gift Horse e desenhado pelo alemão Hans Haacke, que se encontrará em exposição até este ano. Trafalgar é também palco de artes, onde vários artistas das mais variadas áreas se apresentam. É sem dúvida um local a não faltar.

 

Trafalgar.jpg

Trafalgar.jpg

  

Olhando de frente a praça de Trafalgar vemos a famosíssima...

 

 

5. National Gallery

 

National Gallery edificada em 1824, sendo actualmente um dos museus mais importantes e conhecidos do mundo. Actualmente o museu é de visita gratuita -  e por isso quase obrigatória - e conta com mais de 2.300 pinturas compreendidas entre o século XIII e o século XX de autores como Leonardo Da Vinci, Pablo Picasso, Van Gogh, Renoir, entre muitos outros.

 

National Gallery.jpg

 

Perto de Trafalgar Square, vão encontrar uma estrutura arcada que dá ligação ao Palácio de Buckingham.

 

arcos.jpg

 

 

6. Buckingham Palace
 
Nada mais nada menos que a residência oficial da família Real. Construído em 1703 para o 1.º Duque de Buckingham e Normanby, este palácio é uma das maiores atracões de Londres, atraindo milhares de turistas anualmente. Para além da admiração pela construção em si, o que atrai maior número de turistas ao local é a cerimónia de Render a Guarda, que acontece quase diariamente às 11:30 da manhã no período de Maio a Julho e em dias alternados nos restantes meses do ano. Garanto-vos que vale a pena ver este espectáculo - que no fundo é isso mesmo, um espectáculo britânico.
 
 

Buckingam.jpg

 

E já que aqui estamos, porque não irem descansar um pouco até ao St. Jame's Park?

 

 

7. St. Jame's Park
 
Para mim o melhor parque de Londres, por isso se só puderem visitar um, visitem este. St. James é o parque mais antigo da cidade de Londres, tendo sido inaugurado em 1603 tendo uma extensão de 23 hectares. Para além dos já apresentados esquilos, tem pelicanos, corvos, patos vários, papagaios selvagens e entre muitos outros pássaros e passarinhos. Aqui aproveitem para confraternizar, alimentar esquilos, descansar, e apreciar a calma do campo mesmo no meio da cidade.
 
 
 

St James.jpg

 

Mesmo junto ao St. Jame's e num atalho que vos leva novamente à rua que dá acesso às Casas do Parlamento, existem a Horse Guards Parade.

 

 

8. Horse Guards Parade
 
Pertencente à Cavalaria Real Britânica e da facção do exercito que é responsável pela segurança real, é também neste edifício que se inicia o desfile para o Render a Guarda realizado no Palácio de Buckingham.
 

Horse Guards Parade.jpg

 (Horse Guards Parade vista do St. Jame's Park)

 
 
Apenas a 11 minutos a pé da Horse Guards Parade encontramos a minha praça favorita.
 
 
9. Piccadilly Circus
 
Já vos falei aqui de Piccadilly e de como esta praça é maravilhosa. É nela que se encontra o Ripley's Believe It or Not! e onde se encontram vários teatros e músicos de rua.
 
 

(imagem retirada da internet)

 

Já que aqui estão, caminhem na direcção de Leicester Square, e apenas 5 minutos depois encontram uma das lojas mais deliciosas de Londres.

 

 

10. M&M's World
 
Apesar de existirem várias lojas de M&M's no mundo - concentradas essencialmente nos Estados Unidos da América - Londres tem até agora a maior loja de M&M's do mundo e é a única cidade Europeia com uma loja destes nossos tão conhecidos amigos. Aberta desde 2011, nela é possível encontrar muito mais para além dos doces. Com uma vasta gama de merchandising distribuídos ao longo de 4 pisos.
 

(imagem retirada da internet)

m&ms.jpg

 
Estes são sem dúvida os pontos mais importantes de Londres. Aqueles que toda a gente vos vai perguntar se viram. E que conseguem visitar numa escapadinha de dois dias a Londres sem mutilarem muito o corpo nem gastarem muito dinheiro, uma vez que são pontos que ficam relativamente perto uns dos outros. No entanto, e se tiverem mais tempo, existem mais dois pontos que considero bastante importantes, mas que exige mais tempo na cidade: Tower of London e Greenwich, mas a partir daqui o melhor é irem de Metro.
 
 
Tower of London
 
Saiam na Estação de Tower Hill e conheçam toda esta zona envolvente da Torre de Londres, que têm muito por onde visitar. Comecem pelo Palácio e Fortaleza Real, que é um castelo histórico na margem do Rio Tamisa, construído em 1066, para residência Real, no entanto entre os anos de 1100 e 1952 foi utilizado como prisão. Visto o castelo, passeiem pela zona da ribeira, tendo como pano de fundo a Tower Bridge, ponte pênsil mais famosa de Londres, inaugurada em 1894, onde é possível visualizar numa das torres, a Tower Brigde Experience, que é uma exposição permanente que visa relatar a história da ponte.
 
 

(imagem retirada da internet)

 

tower bridge.jpg

 

Regressem ao metro. Perto da Tower Bridge, existe uma estação de metro denominada de Tower Gateway e aí podem apanhar o metro em direcção a Greenwich.

 

 

Greenwich

 

A esta zona de Londres, só vos sugiro visita se tiverem tempo, porque aqui passam bem um dia inteiro, mas se tiverem essa possibilidade, não deixem de visitar. Greenwich é uma localidade a sudeste de Londres, que contém imensos pontos de interesse turístico, como o Observatório Real de Greenwich - a partir do qual é definido o meridiano com o mesmo nome -; o navio Cutty Sark, o Parque de Greenwich e o próprio carril que define o Meridiano de Greenwich.

 

Greenwich.jpg

 

Conselho do dia: Para Greenwich levem um casaquinho que fica numa zona bastante ventosa, essencialmente o Observatório Real, devido a ficar bem no alto de uma colina.

 

Greenwich 2.jpg

 

Têm aqui a papinha toda, mais que isto, só se me levarem convosco na mala e eu vos sirva de guia... E, a sério, sintam-se à vontade para me pagarem a viagem e me levarem convosco, que será um gosto!

 

E pronto, é isto... Já viram isto tudo? Sintam-se então à vontade para visitarem os restantes pontos que fui referindo no diário de bordo ao longo da semana passada. Ainda assim dou-vos mais uma sugestão que também está na minha lista de preferências e que ainda não o consegui visitar - Baps: um templo Hindu que fica perto da estação de metro de Neasden. Deixo-vos com umas imagens para vos aguçar o apetite.

 

 

E é aqui que tenho o meu coração e que tenciono visitar em Abril! Quem se junta a mim?

 

Pronto, e agora prometo calar-me com Londres... Pelo menos até Abril.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.