Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

O Primeiro Beijo

banner post beijo.png

 

Dizem que o primeiro beijo nunca se esquece. 

 

Idealizado na cabeça das crianças, reproduzido vezes sem conta no cinema, o primeiro beijo é tratado como uma flor sensível mas que eternamente viverá no imaginário de todos nós. Dizem que quando olhamos para trás e nos lembramos do nosso primeiro beijo, que nos arrepiamos e nos lembramos saudosos da nossa infância e adolescência. Dizem que nunca um beijo é igual ao primeiro.

 

Eu fui uma criança como as outras, eu também sonhei com o meu primeiro beijo, treinei vezes sem conta com os meus bonecos e deliciava-me com as histórias das princesas, imaginando se o meu beijo também seria assim!

 

Apesar de 15 anos volvidos, lembro-me como se fosse hoje esse momento. Era inverno, não chovia mas o dia estava bastante cinzento e escuro e quando ele me perguntou "- Posso te beijar?" mesmo antes de entrar para a aula de físico-química, o meu coração parou. Ele não era só o rapaz que eu andava atrás há vários meses... ele era um dos rapazes mais populares da escola, e eu uma menina que ninguém conhecia nem nunca tinham ouvido falar. Parecia um conto de fadas e eu era a Cinderela. O meu momento tinha chegado!

 

E foi então que a minha inocência acabou! Lembro-me como se fosse hoje... Três palavras para descrever a concretização desse sonho:

HO-RRÍ-VEL!

Felizmente as pessoas estavam certas, nunca um beijo é igual ao primeiro, caso contrário nunca mais beijaria na vida! Do que me lembro, e não é aconselhável a leitura aos mais sensíveis, esse primeiro beijo foi... molhado... Demasiado molhado. Aliás lembro-me de baba por todo o lado e na minha cabeça eu já só queria terminar com aquilo, e o pior é que aquilo parecia eterno... terrivelmente eterno. Aquele beijo parecia uma luta - no mau sentido - de línguas, qual II Guerra Mundial de beijos! Para além de todas aquelas lambidelas esquisitas, ouvia as minhas amigas aos pulos, parecia que me tinha tornado no centro das atenções e eu odiava isso! O meu sonho de menina, tinha-se então tornado num pesadelo do qual eu apenas queria acordar!

 

Quando me perguntaram como tinha sido, ainda meio extasiada com a descoberta, tive de agir em conformidade com a maioria das pessoas, tinha de parecer uma pessoa adulta, caso contrário o beijo não valia, porque toda a gente já ouviu "- Oh esse beijo não conta, tu eras uma criança...". Então eu disse: "- Foi inesquecível!... Mas foi esquisito!" Apesar da minha cara estar esquisita e eu ter andando as restantes horas a fugir do rapaz, a minha expressão "inesquecível" foi a única ouvida e provavelmente criou ainda mais expectativas na cabeça das restantes meninas, que provavelmente também se desiludiram mais tarde.

 

Senti-me traída e enganada por todos, essencialmente, pela Disney. Mas uma coisa todos estavam certos: Realmente o primeiro beijo nunca se esquece! 

 

See You*

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.