Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

O Choque do Envelhecimento

Este fim-de-semana a rever umas fotos antigas, apercebi-me de que envelheci.

 

Nunca tinha dado por ele, pelo menos não desta maneira. Bem sei que tinha já notado algumas alterações mas não desta maneira. Claro que nunca poderia estar à espera de estar igual a quando tinha 18 anos, mas acho que inconscientemente estava. Inconscientemente, acho que, sempre achei que não tinha mudado nadinha, mais um flanco aqui, mais um cabelo branco ali, pequenas alterações físicas que em nada alteravam o meu aspeto jovial. Estranhava, é uma realidade, quando não vinham ter comigo em campanhas de angariação de jovens clientes para as operadoras mas... Sempre pensei que fosse pela forma de andar já meia empenada, pela marmita na mão que me acusava já não ser uma estudante... Ainda não tinha reparado na cara tão marcada, tão diferente de há tão poucos anos atrás.

 

Bem sei que parece um exagero, que ainda nem trinta anos tenho e que a malta mais velha me vai cair em cima, e dizer que estou a exagerar, que será delas então, mas... A verdade é que me chocou este impacto, esta diferença. É demasiada, não passou tanto tempo assim.

 

Diz o Mulo que não é envelhecimento, que é por eu estar mais gorda. Não é. O meu olhar mudou, a minha cor da pele mudou, até o meu brilho mudou. Tenho já rugas. Nunca tinha reparado como já tinha rugas tão marcadas. Levantei-me e fui ao espelho e pela primeira vez senti vontade de chorar por estar a ficar mais velha. Nunca tinha acontecido até então. Nunca.

 

Não quero com isto dizer que era mais ou menos bonita, mais ou menos elegante, mais ou menos encantadora. Mas estou diferente. Demasiado diferente do que eu esperava. Demasiado diferente do que eu imaginava e queria.

 

Bem sei que a rabugentisse - que agora é mais constante - nos envelhece, nos tira anos de vida, e que os cabelos brancos não estão aqui por um acaso, por mudanças climatéricas. Os cabelos brancos - choquem-se: são imensos - estão aqui porque efetivamente envelheci. Porque efetivamente não tenho o ar de menininha dos 20 anos - apesar de só se terem passado 8 -, porque efetivamente já não tenho o corpo de menininha, porque efetivamente já nem penso como uma menininha.

 

Sinto que envelheci demasiado em oito anos. Ou talvez só em quatro ou cinco. Sinto que envelheci mais do que o que é suposto. Estou quase nos 30 e nunca tal me tinha afligido como agora...

 

Ainda estou em choque! Deixem-me recompor, e talvez isto seja só um falso alerta... Mas ainda estou em choque! Será que o Mulo tem razão? Se eu emagrecer volto a ter o aspeto leve que tinha? Volto a parecer despreocupada? Volto a parecer uma menininha de 20 anos acabada de entrar para a faculdade?

 

Já tinha pensado no envelhecimento como algo a longo prazo, nunca me tinha assustado verdadeiramente com ele... Sempre adorei fazer anos e sempre vi envelhecer como algo positivo.

 

Mas agora... Agora sim, estou assustada!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.