Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

No dia em que fui ao ginásio e quase morri #4 Aula de Body Attack

Tenho aulas novas lá no ginásio. Bem... Novas para mim, que com o novo trabalho tenho um novo horário que me permite ir ao ginásio mais cedo. Assim sendo... Fui experimentar Body Attack.

 

Já tinha feito há uns anos Body Combat, e acho que já fiz Body Attack. Acho! E também compreendo o motivo de ter, eventualmente, reprimido esta memória no meu inconsciente. Neste momento serão duas memórias para reprimir, de uma mesma aula. Apressa-te cérebro!

 

Imagem retirada daqui

 

A aula teve duração de 55 minutos e antes de me inscrever, fui ao Dr. Google e ao Sr. Youtube fazer umas pesquisas e ver onde me estava a meter. Numa cova, literalmente enfiei-me numa cova e ainda atirei terra por cima de mim! Mas adiante. Vi que as aulas eram intensas mas tudo o que eu via eram treinos de 30 minutos, 45 minutos no máximo. Pensei: Bem, se aula é de 55 minutos provavelmente não é tão intensa e tem mais períodos de recuperação.

 

Fiz também uma ligeira pesquisa das diferenças entre Body Combat e Attack, e o que encontrei é que basicamente o Combat é a simular combate - tendo por base posições desenvolvidas a partir de uma série de técnicas de karaté, boxe, kickboxing, taekwondo, ... - e que Body Attack era de combate sim... Mas ao corpo! Eu deveria de ter percebido nas entrelinhas o motivo... E até se formos a ver bem, está bastante explícito, nem são precisas letras pequeninas nem adendas. Mas ainda assim eu fui...

 

Ponham combate ao corpo nisso!!! Porra!!! Combate externo e interno, que eu cá mordi-me toda para não sair da aula, e a aula ainda não ia a meio. Quinze minutos depois já me doía tudo, transpirava que nem um cavalo e já nem focava a luz direito. Já não me lembrava de dizer tantos palavrões num tão curto espaço de tempo. Pareceu-me uma eternidade, os ponteiros do relógio não andavam, as músicas esquizofrénicas não terminavam... Jisus! Apressa-te cérebro!

 

Diminuição de intensidade por ser de 55 minutos? Períodos de recuperação? Até me ria... Mas estou com demasiadas dores para tal.

 

Apressa-te cérebro!

 

Esquece... Estas dores no corpo não há cérebro no mundo que consiga fazê-las apagar.

 

E sabem o que é ainda pior? A instrutora estava constantemente a dizer: "Se está fácil façam A ou B", e sabem que mais? As pessoas faziam!!! Quem são estas pessoas do demo que se submetem a esta tortura e ainda transparecem estar a ser fácil, quando há pessoas como eu - e outras tantas como eu, que eu bem vi! -  que estão simplesmente a sentir o corpo todo a desintegrar-se, os pulmões a fazerem as malas para sair de casa e as pernas que nem blocos de cimento...?

 

Ó Mula, vais dizer que não gostaste nem um bocadinho...? Gostei. Tenho a confessar que gostei. Quando acabou! Mas para a semana é provável que volte lá novamente... Mas não, não gostei, mas tenho-me de castigo pela falta de juízo nestas festas. Agora é: treina e não chora!

 

Tenho uma dica: O ideal é nem pensar muito, é ir e depois logo se vê como é que trazemos o carro para casa!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.