Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

No dia em que fui ao ginásio e quase morri # TRX

A nutricionista disse-me que eu tinha de fazer mais aulas, essencialmente aulas como cycling, boby pump e trx, pois já percebeu que a coisa já começa a ser difícil com a dieta - e temo que ache que o plano de exercícios esteja a ser aldrabado aqui pela Mula.

 

A vossa Mula é obediente.

 

Na sexta-feira, feita louca do juízo fui, sem saber muito bem ao que ia, a uma aula de trx. Sabia mais ou menos no que consistia a aula, sabia que era com as fitas no tecto e na sala de musculação até já tinha feito um ou outro exercício com uma fita. O que eu não sabia é da dificuldade que é trabalhar com o peso do nosso corpo nas ditas fitas.

 

Trx ficou assim no histórico de todas as aulas que fiz, como sendo a única aula que até os alongamentos foram difíceis. Aliás o único exercício que não consegui fazer, de todo, foi um dos exercícios de alongamento. Incrível não é?

 

Saí da aula sem saber se me doíam os braços ou as pernas, toda eu era dor e suor. Mal cheguei às escadas para descer para os balneário deixei de ter dúvidas: Eram mesmo as pernas que mais me doíam. Fui agarrada às paredes qual senhora de 80 anos a tentar descer de um autocarro. Quem me visse pensava sem dúvidas que eu tinha sido atropelada por um bisonte. E tinha sido feio.

 

Até que percebi que o pior ainda estava por vir: Eu tinha levado o carro, mas como é que eu ia conseguir carregar no pedal da embraiagem? Oh céus! Não vos digo, nem vos conto! E manobrar o carro para meter na garagem? Olhem, nem sei como é que estou viva para vos escrever.

 

Cheguei a casa, bebi uma caneca de leite com cereais, enfiei-me na cama e não me lembro de mais nada.

7 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 11.07.2018

    Acredito, acredito! A mim também sempre me pareceu uma aula engraçada... mas já passei essa fase. Agora parece-me só uma boa aula para ganhar massa muscular que de engraçada tem pouco mas de eficácia me parece ter muito.

    Só é pena ser feita no estúdio superior, vou sempre fazer aquelas figurinhas a descer as escadas.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 12.07.2018

    Por acaso, estou a pensar inscrever-me no ginásio. Quero abater um pneu, ganhar mais massa muscular e deitar cá para o stress da maternidade. O arquitecto tem outros planos: vamos todos ter bicicletas novas para passear. eu nem queria acreditar naquela ideia, eu não sei andar de bicicleta.
  • Imagem de perfil

    Mula 12.07.2018

    Não sabes andar de bicicleta?
    Vai sem medo, é simples, só custa um bocadinho ao início mas é fácil ^_^

    Eu acho que fazes bem em inscreveres-te no ginásio é que é óptimo essencialmente para descarregar baterias, que é importante para a nossa sanidade mental. Para além de que... é sempre bom tonificar porque já não vamos para novas.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 13.07.2018

    O meu pai comprou-me uma bicicleta com rodinhas e nunca me ensinou a andar sem elas. Em princípio a minha tia levava-me a passear, mas depois saiu de casa (casou) e não tive mais ninguém para o fazer. O meu pai era muito bom a comprar, mas o resto era delegado para outra pessoa.

    O meu problema com o ginásio é o preço e onde largar a miúda. Tens dois com babaysitter, mas o preço desencoraja-me. Ele sugere que compre um passe de experimentação, mas mesmo assim, falta-me um pouco de vontade. Ainda à noite que não durmo a ponta :S
  • Imagem de perfil

    Mula 14.07.2018

    Oh! Pois é complicado... Mas... A menina não vai para a creche em breve?
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 15.07.2018

    Não, nem eu nem o pai vemos necessidade de colocar a miúda antes dos 2 anos na creche.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.