Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

M.J. inspira - Querida Rabanada

Tenho esperança que inundar o sapo de rabanadas, pode, de alguma maneira fazer desaparecer todos os post's sobre Paris, muçulmanos, terroristas, e afins... e sejamos sinceros... E não é por ser um assunto repetitivo, nada disso, é apenas porque a rabanada é bem mais saborosa.

 

Por isso, e desafiada pela M.J. aqui vai a minha carta aberta à bela da rabanada!

 

19019813_WsaBt.jpg

 

Querida Rabanada:

 

Esta era a última coisa que te queria dizer mas...

Odeio-te por me sujares toda a cozinha sempre que carinhosamente te crio. Dou-te todo o amor, toda a canela e todo o açúcar que tenho, para depois me deixares a cozinha num verdadeiro pandemónio. Amo-te por todo o teu sabor, pelo cheiro que deixas percorrer por toda a casa, por transformares qualquer dia em Natal - e sabes bem como adoro o Natal... - mas sinto que tens por mim um enorme desrespeito.

 

Eu, que ainda sou pior que tu, e que nutro pela minha pessoa um desrespeito ainda maior, caio frequentemente por esta altura, nas tuas esparrelas, e embebo-te em leite, e em canela e frito-te como se não houvesse amanhã enquanto me deixo ludibriar pelo Porto ou Moscatel que te obrigo a beber e que bebo também contigo. Brindamos as duas em sintonia total, qual valsa vienense dançada por dois amantes.

 

Sim... és má, maquiavélica diria até, que ainda por cima me faz pecar, quando todo o ano luto contra o açúcar... vens tu... escondendo o açúcar com a tua cor acanelada, e fazes-me morder-te e lamber-te como se não houvesse amanhã, esquecendo-me das horas passadas naquela passadeira. Sim, o meu corpo luta contra ti, mas o meu coração é teu, e sempre fora teu.

 

Ainda por cima, até o Mulo se envolve nesta relação... qual menage a trois qual quê! Levamos uma vida devassa por tua culpa... Mas ainda assim, pretendo continuar a enlouquecer a Maria das limpezas que há em mim, besuntando com tudo o que é resto de rabanada, pelos azulejos, balcão e fogão... Uma relação que só eu e tu conseguimos entender!

 

E assim... sou feliz!

 

Da sempre tua,

Mula!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.