Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Lutar contra o excesso de peso # Inspiração da Semana

Nem só de altos se fazem os percursos de reeducação alimentar. Na realidade tantas vezes se fazem mais de baixos do que de altos... O próximo testemunho demonstra isso mesmo, e acima de tudo que é uma luta constante, que nunca, infelizmente, acabará, porque no dia que pararmos... No dia que pararmos então voltaremos a ganhar o peso todo que perdemos. Este é o testemunho da minha querida Sofia Gonçalves que já agora aproveito e faço publicidade. Visitem o The Daily Miacis, visitem que não se vão arrepender.

 

Gostava que a minha história fosse uma história de sucesso. De momento, até hoje não é, mas sei que será. A verdade é que sempre tive tendência a ser gordinha mas por outro lado sempre tive medicação que não me ajudasse muito. Quando era mais pequenina era a bailarina da coxa gorda. Fazia ballet e ginástica, mas as constantes crises de asma e alergia, faziam com que tivesse constantemente a tomar corticóides, que por sua vez, aumentavam me imenso o apetite. Juntem a isso os picos de fome por causa do crescimento. Agora com a ansiedade não é fácil porque a ideia da medicação é mesmo reduzir o metabolismo. O meu médico diz me que eu estou a arranjar bodes expiatórios, mas pensem um pouco: eu já faço dieta low carb, durante o dia não toco em pão, em massas, batatas, ou arroz. Como iogurtes cujo índice de hidratos sejam abaixo dos 5g, e tento evitar fruta, embora não a corte por completo porque as vitaminas da fruta também são necessárias. Já voltei ao ginásio regularmente, e a balança não se mexe. E bebo  2L de água por dia. É frustrante e desanimador. 

 

Tem dias como hoje, que olho para mim e vejo uma bolinha, vejo os defeitos todos.

 

Mas depois vou ao supermercado, que nesta altura do ano é um assédio constante de doces, e... não fico louca. Até apetecia um chocolate, mas não há nada que me deixe mesmo com vontade, então só pela gula de o ter e comer por ser doce, não compro. Vejam lá que eu este ano nem o meu kinder surpresa grande quero (ou estou mesmo fit ou é os  -inta a chegar)! Vou ao ginásio, e já consigo correr 15 minutos seguidos sem ficar com os pulmões de fora, já consigo fazer mais de 3 repetições de flexões seguidas, algo que eu há dois anos considerava impensável. 

 

Tudo isto para concluir que, sim é frustrante subir à balança e não ver melhorias, como é frustrante nem na roupa notar muito. Mas o objectivo também é nos manter-mos saudáveis, certo? Eu acredito muito no poder da cura através da alimentação, e acredito que tendo em conta o estilo de vida sedentário que temos nos dias de hoje é necessário fazer exercício para compensar. Logo, sim não sou nenhuma Carolina Patrocinio, nem nunca serei. Mas sou saudável, e isso é o que interessa acima de tudo. E com tempo as coisas vão lá, porque por muito que não note no meu corpo, noto na minha resistência e capacidade.

 

Por isso vamos em frente na luta que a passo de caranguejo eu chego lá na mesma.

 

Não creio sinceramete que hajam bodes expiatórios... A verdade é que fazes mesmo muito esforço. É horrível quando o nosso corpo não reage, quando parece que até o nosso corpo está contra nós! Falas sobre correr "15 minutos seguidos sem ficar com os pulmões de fora" acreditas que este ano corri pela primeira vez em toda a minha vida, exatamente isso? 15 minutos seguidos! Nunca tal tinha acontecido, nem quando andava na escola e prativava desporto com regularidade. Isto quer dizer, creio, muito sobre nós! Por isso sim. Lutemos acima de tudo por um estilo mais saudável do que por um peso "perfeito" - que nunca o é realmente, porque vamos sempre querer mais. Muita força, e chegaremos lá!

 

E vocês, juntam-se a nós nesta luta?

______________________________________

 

Partilhem a vossa história comigo. Enviem-me os vossos testemunhos por email para desabafosdamula@hotmail.com e aqui a Mula em altura oportuna partilha os vossos testemunhos aqui no blog. Testemunhos esses que poderão ajudar tanta gente na mesma luta. E se não quiserem que a vossa identidade seja revelada não há problema e que não seja esse o motivo da não partilha, digam-me, e o testemunho será publicado de modo totalmente anónimo. Vamos ajudar as pessoas a serem mais saudáveis?

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.