Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Lutar contra o excesso de peso #27

 

Iniciei esta luta em Junho de 2017! Perdi desde então 20kgs.

 

Hoje olho para trás e não sei como consegui recuperar 10 desses 20 que perdi. Eu que estava tão magrinha, tão bem - apesar de ainda não ter alcançado o objetivo - e não sei como me fui deixar engordar. Quilo aqui, quilo acoli e a coisa foi-se acumulando, e hoje em dia vejo-me outra vez numa luta que no fundo já não era minha, ou será sempre minha, no fundo... Não sei!

 

Como recuperar 10 kg num ano? Aqui vai a fórmula mágica... Não ande por aí alguém a tentar engordar...

Primeiro divorciei-me e se numa primeira fase ajudou na perda de peso, numa segunda fase só prejudicou... Depois, parei o ginásio, no início do ano, devido à operação. Pumbas 2kg ao fim de 4 meses. Entretanto, em Maio, fui de férias com tudo incluído, apesar de não ter comido muito, bebi o suficiente para, pumbas ganhar mais dois ou três quilos. E dos 70 para os 75kg não sei o que aconteceu, sinceramente não me lembro, porque nem os vi a aparecer, mas suponho que o facto das aulas de espanhol me terem afastado do ginásio que não tenha ajudado.

 

Não que estes 10kgs sejam iguais aos que perdi, que não são e a verdade é que se notam, mas não se notam como se notavam antigamente. A maior parte da roupa de 2018, quando eu tinha 65kg ainda me serve, incrivelmente algumas calças ainda me servem - ainda que outras tantas tenham deixado de servir - apesar de agora serem 74kg em cima do lombo - perdi um quilo recentemente. Mas é uma irritação na alma que só visto, porque estes quilos que se me instalaram no rabo, coxas e barriga não são meus, não os quero.

 

Pior é que descobri que não me mentiam quando diziam "ah e tal depois dos 30 não se perde peso facilmente". Não que perder peso seja fácil alguma vez, mas agora parece quase impossível. Uma semana a não comer hidratos de carbono simples à noite - o que antigamente significava menos quilo, quilo e meio - não se traduzem em nada na balança. Zero, bola, nada! Antigamente engordava nas férias mas mal regressava, com a rotina, o peso voltava ao normal sem eu dar conta e agora... Não há forma de ser sem esforço.

 

Estou novamente a tentar atinar, essencialmente com os pequenos-almoços, e a manter-me certinha no ginásio, mas a verdade é que não está fácil... E tenho tanta roupa de inverno que gosto que confesso que ainda não tive coragem de experimentar porque tenho cá um feeling que preciso do dobro do pano...

 

Confesso que este quilo que perdi recentemente me motivou, mas sei que vai continuar o inferno para perder uma grama que seja e isso desmotiva. A verdade é que ando a passar por uma fase demasiado stressada, demasiado enervada... E comer não soluciona os problemas, mas ajuda a acalentar a alma...

 

Alguém cose bocas sem doer muito? Dava-me jeito...

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Jess 10.12.2019

    Concordo, e já cheguei a essa conclusão também. Talvez não conseguimos perder peso, pelo facto de estarmos demasiado stressadas com isso mesmo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.