Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Livro Secreto #9 A Luz de Stephen King

Terminei finalmente, depois de tantos acontecimentos que me afastaram da leitura, o livro de Stephen King, A Luz. Foi estranho ler este livro. Foi o primeiro livro que li depois de ter visto o filme, normalmente acontece o contrário, e então não consegui imaginar de modo diferente a história, apesar de existirem elementos que se afastaram do filme, como a personagem Wendy, que no livro é descrita como sendo bonita e loira, e no filme de Kubrick, Wendy está muito longe de ser loira, e ainda mais longe de ser bonita. No entanto, porque vi o filme, não me consegui dissociar das personagens que já conhecia, e por isso foi como rever o filme, e não consegui fazer parte da história como normalmente acontece. Vamos então falar sobre A Luz, para quem não conhece.

 

 

A Luz conta a história de Jack Torrence, alcóolico em abstinência, que após ficar desempregado por agredir um aluno, aceita, sem escolha por questões financeiras, trabalhar como zelador de inverno, para o Hotel Overlook nas montanhas do Colorado, que encerra no inverno devido a ficar em total isolamento com os nevões de Novembro a Março. Assim muda-se com a sua esposa Wendy e com o seu filho de 5 anos Danny, para o Hotel com o propósito de cuidar do mesmo e de terminar um livro que há muito se encontra parado por bloqueio de Jack. Mas o que poderia ser um trabalho tranquilo complica-se e esta família corre o risco de terminar como terminou a família de Grady, o anterior zelador do Overlook, que devido ao excessivo isolamento, sofreu de síndrome da cabana, e assassinou a mulher e as suas duas filhas, suicidando-se de seguida. O problema é que o filho Danny tem uma sensibilidade sobrenatural - uma forte luz interior - e o Overlook esconde imensos segredos que prometem atormentar a criança e toda a sua família, que quanto mais descobrem sobre o passado do hotel melhor percebem que devem sair dali o mais rapidamente possível. Será que vão conseguir? O que esconde afinal o Overlook? Pois, terão de ler para descobrir.

 

O livro está classificado como sendo um drama e um livro de terror fantástico. É efetivamente um livro de terror, ainda que nunca me tenha assustado uma única vez, talvez por já conhecer bem a história, mas as descrições são muito visuais, mórbidas e cruas, é um livro violento do ponto de vista visual, no entanto considero que o filme aterroriza muito mais do que o livro, ou não fosse um filme de Stanley Kubrick, uma vez que o filme assusta pela sequência de imagens mais do que pela história em si. O livro explora outras questões que o filme não explora, e compreendi muito melhor a história. O que eu achava que era um caso de esquizofrenia afinal é de possessão, e muitas questões que nunca consegui explicar no filme, ficaram mais claras. 

 

O que eu gostei mais no livro é a forma como nos é contado. Tem diferentes narradores, e nunca percebemos quem narra afinal, mas a verdade é que isso também não importa e compreendemos sempre o conteúdo, é como se nos tivesse a falar, a contar a sua história com a devida entoação, com questões retóricas, pequenos apontamentos e pensamentos que nos ajuda a sintonizar.

 

Se não conhecesse a história provavelmente teria sido um livro que me teria tirado o sono e captado a minha atenção desde a primeira até à última página, assim foi mais difícil, ainda assim Stephen King tem uma escrita cativante, simples sem ser simplista e uma capacidade fantástica para nos transportar para ambientes desconfortáveis, colocando-nos paralelismos entre o horror e a vida real. Questões familiares relevantes são tratadas neste livro, como o passado de violência a que Jack sofreu em pequeno, bem como a relação complicada que Wendy tem com a mãe. Todas estas questões revelam-se bastante importantes para a história, e é nelas que o livro é muito mais importante do que o filme, já que o filme se resume muito mais à história em si e não às suas motivações.

 

Para quem é fã do género, este livro é sem dúvida uma boa sugestão.

 

Boas Leituras.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 11.12.2016

    ahahahahahahahahaha brevemente, brevemente! ^_^
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.