Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Livro Secreto #4 O Navegador Solitário de João Aguiar

Lido e pronto a entregar, O Navegador Solitário foi a maior surpresa até agora, dos livros que recebi do Livro Secreto. O título não me chamava nada atenção, a capa é, na minha opinião, horrível, o autor, não me dizia nada, no entanto, o conteúdo... ai o conteúdo!

 

 

O livro O Navegador Solitário conta, em forma de diário, a transformação de Solitão Fernandes de Giestal de Frades, filho de gente humilde e pouco carinhosa. Dividido em cinco partes, a personagem vai sofrendo grandes alterações na forma de escrever, na forma de pensar, na forma de ver a vida e na forma como se aceita a si próprio e à sua família. O autor tenta ainda fazer um paralelismo entre a evolução do jovem e marcos históricos portugueses, como a derrota na batalha de Alcácer-Quibir, mas como não percebo nada de história, este paralelismo, confesso, passou-me completamente ao lado. Foi muito devido a este paralelismo que imaginava um livro completamente diferente, mais histórico, mais formal, e acima de tudo, mais aborrecido. Revelou-se completamente o oposto.

 

O livro inicia-se com Solitão na fase jovem, que se vê obrigado pelo espírito do seu avô a escrever um diário, cujo propósito desconhecia. Pouco habituado a escrever e a ler, Solitão inicia o diário um tanto contrariado, com uma escrita informal e carregada de erros ortográficos. Erros como "piçarvativos" a "varredores da cultura", encontra-se de tudo um pouco, o que torna a primeira parte do livro hilariante, garanto-vos que fui às lágrimas algumas vezes, e o livro fez-me passar, por isso mesmo, alguma vergonha em público. No entanto, Solitão começa ambicionar ser alguém melhor na vida, mais culto, mais informado, e após envolver-se com a sua professora de português inicia esse processo, e no segundo capítulo encontramos um Solitão com uma escrita mais cuidada, ainda bastante informal, mas já sem erros e já com algumas virgulas, que afinal não davam assim tanto trabalho. Entretanto, Solitão entra para a faculdade de direito e é sempre a evoluir, e o terceiro e o quarto capítulos são capítulos sérios, com pensamentos sobre a vida e sobre si bastante profundos. A grande reviravolta dá-se no quinto capítulo, onde Solitão finalmente percebe quem é e o que quer realmente da vida.

 

É um livro que se lê sem dificuldades, bastante ligeiro apesar de tratar questões bastante sérias como a prostituição infantil masculina, o suicídio, o vício da droga, os abusos de poder e a corrupção. É uma história que dá conta de como a descoberta sexual é também uma forma de aprofundamento a outros níveis.

 

Confesso que a ambição meia desgovernada de Solitão me fez desejar-lhe um fim trágico, mas a reviravolta que ele deu à sua vida me fez voltar a apaixonar pela personagem e desejar-lhe o melhor.

 

No final, confesso... soube-me a pouco e como tal, passou de um livro que eu nem pegaria numa livraria, tão pouco para ler a sinopse, para ser um livro que adorei!

 

Venha o próximo!

9 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 08.04.2016 13:52

    Um domingo estava na loja a ler, e desmanchei-me a rir de uma maneira.... que até me doía a barriga... pior ainda foi o meu colega que se começou a rir sem saber porquê... e depois quando leu, não conseguia parar de rir também! ahahahahaha foi hilariante!


    Confesso que quando li a sinopse pensei: "eu não vou conseguir ler este.... acho que vai seguir viagem sem passar pelos meus olhos!" Image Como estava tão enganadinha...!
  • Imagem de perfil

    Magda L Pais 08.04.2016 13:54

    eu pensei o mesmo!


    É como já disse. Este desafio está a trazer-nos livros inesperados mas em bom
  • Imagem de perfil

    Mula 08.04.2016 13:56

    Muito mesmo, isto está a alargar os meus horizontes bibliográficos! Bendita a hora em que aceitei participar! Image
  • Imagem de perfil

    Magda L Pais 08.04.2016 13:57

    Digo o mesmo! vale mesmo a pena" e mesmo tendo prazos e tudo!
  • Imagem de perfil

    Mula 08.04.2016 14:02

    Os prazos no fundo, e para mim, são mais benéficos (só estou com um pouco de medo dos de 500 páginas), até porque é uma forma de pousar o computador e ler à noite quando chego a casa... é uma forma de me desintoxicar do vício informático.
  • Imagem de perfil

    Magda L Pais 08.04.2016 14:03

    já li os dois livros grandes e digo-te que são muito bons! vais ver que se leem bem
  • Imagem de perfil

    Mula 08.04.2016 14:07

    Eu a Sombra do Vento, estou ansiosa que chegue até mim. Ando há tanto tempo para ler o livro!
  • Imagem de perfil

    Magda L Pais 08.04.2016 14:08

    foi o primeiro que me chegou às mãos...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.