Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Fogo de artifício

Não podemos celebrar de outra forma?

 

Centenas de aves foram mortas devido ao fogo de artifício em Roma. Assustaram-se, acabaram por voar desorientadas chocando contra edifícios e cabos de alta tensão. Confesso-vos, nunca entendi o fascínio da raça humana por este espetáculo pirotécnico.

 

Quantos animais já morreram à custa disto? Quantas pessoas já não morreram ou já não perderam dedos, mãos,...?

 

Nunca fui fã de fogo de artifício, desde miúda que o barulho me desagrava e na altura em que as canas ainda caíam por entre multidões era algo que me causava algum desespero. Já corri, na aldeia, com toda a energia que me foi possível para ir para casa rapidamente antes que alguma cana me caíssem em cima - ainda que não existisse verdadeiramente esse perigo já que era lançado dos montes, bem longe da povoação. Não vou dizer que as luzes que se formam no céu negro não são bonitas, mas daí adorar este "espetáculo" vai uma longa distância.

 

O ano passado por altura do São João achei que o meu cão iria morrer à custa dos foguetes. Alguém na vizinhança decidiu lançar em sua casa uns quantos e o meu cão com o medo tremia de uma maneira que eu nunca tinha visto, abracei-me a ele no chão da cozinha, fiz o que consegui para o sossegar mas nada. Mesmo depois de se ouvir silêncio e já nenhum foguete rebentar o Hachi tremia e tremia e tremia... Tremia eu também, por ele. Não seria o primeiro cão a morrer com o susto e com o medo. Odiei tanto os meus vizinhos por isto. Tive vontade de ir lá bater-lhes à porta a insultá-los pelo que estavam a causar. Mas não é proibido... Sabia que se iria repetir e claramente se repetiu e se continua a repetir. Com o tempo o Hachi percebeu que não havia motivo para ter medo e hoje já reage melhor, ladrando apenas imenso para sinalizar o seu desgosto e quiçá alertar-nos para o possível perigo. Já tive um outro cão, na infãncia, o meu Blacky que tantas saudades dele tenho, que desapareceu durante quase uma semana na altura, também, do São João devido aos foguetes lançados pelos vizinhos.

 

Não consigo entender o objetivo e este gosto...

 

E aqueles brancos que se lançam apenas pelo barulho? Porquê?

 

Dancem, cantem, façam o pino... Mas acho que já está na altura de se abolir esta prática que tanto mal causa em todo o mundo, ou então, com toda a evolução da ciência, já estaria na altura de criar algo que cause menos estragos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.