Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Estaria em negação?!

Eu gostaria de ser mais magra... Alias, gostaria muito de ser magra. Quem  não gostaria? No entanto acima de tudo aceito-me como sou e aceito os tamanhos que uso. Não entro em negação e acima de tudo não tento enganar as pessoas das lojas, até porque quando não quero um produto, digo que não e pronto, não invento desculpas infundadas.

 

Arranjar desculpas parvas para não comprar um produto irrita-me muito mais do que os que estão "só a ver" e que nunca irão comprar nada, irritam-me até muito mais que aqueles que demoram eternidades a escolher um magnético, como se de um carro ou de uma casa se tratasse. Irritam-me as pessoas que dizem querer comprar, que dizem querer aquele produto, mas que se boicotam a si próprios e me fazem perder o meu precioso tempo.

 

Esta semana veio uma moça espanhola aqui à loja - mais gordinha que eu - que queria uma t'shirt. Mostro-lhe as t'shirts que ela queria, e após perguntar-lhe se eram para ela, e ela responder afirmativamente, mostro-lhe o tamanho "M". Dessas t'shirts eu uso o tamanho "L", mas como tenho peito, e ela não tinha, aceito que ela poderia eventualmente caber num "M", ainda que o "L" lhe pudesse ficar melhor.

 

Diz-me prontamente que o "M" é demasiado grande para ela, pergunta-me se tenho mais pequeno, mostro-lhe o "S", que definitivamente não lhe serviria, ao que ela rapidamente diz:

 

Cliente: Hmmm... ainda assim acho que é grande...

Eu: Olhe que não é...

Cliente: Eu acho que é!

Eu: Mas pode experimentar, se quiser.

Cliente: Sim quero! Vou levar a "S" para ver, então.

Eu: Não quer levar a "M" também?...

Cliente: Ah! Não! A "M" é definitivamente grande!

 

Resignei-me e acompanhei-a aos provadores improvisados que temos, para o efeito. Sai de lá uns minutos mais tarde a dizer que não iria levar porque como ela previa, o "S" era-lhe grande. Garanto-vos que era impossível a "S" ficar-lhe grande.... Aliás quase vos garanto que era impossível a moça entrar dentro da "S", até porque corresponde a tamanho de criança e ela estava longe de ter um tamanho de criança.

 

Para terem noção, minutos mais tarde, um moço português - que era metade da moça espanhola -  levou uma "S" e ficava-lhe justinha, tão justinha que ele achava que não lhe iria servir.

 

Fico assim a pensar.... a moça queria enganar-me? Queria enganar-se a si própria? Pois... acho que nunca iremos saber, só tenho pena de não ter a lata e dizer o que uma vez já me disseram numa loja:

Ora mostre-me lá, para eu ver!

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.