Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Está uma pessoa na sua pausa...

Não abordo figuras públicas na rua, quando com elas me cruzo, pela mesma razão pela qual não abordo malta fardada sem que estejam a trabalhar. As pessoas têm direito à sua vida, ao seu descanso, à sua privacidade.

 

Estava no feriado a trabalhar, quando vou lá fora, na minha pausa, apanhar um pouco de ar. Eis que mal abro a porta, uma cabeça espreita do lado de fora e vem de imediato ter comigo perguntar-me se trabalhava ali. Pois que sim, tive de responder. Ainda sem saber se acendia ou não o cigarro, se ia para onde ia ou se me quedava ali mesmo, o senhor começa a apresentar a sua reclamação.

 

Venho cá fora para descansar, para relaxar, não para ouvir mais reclamações.

 

Com o cérebro a trabalhar a mil, interrompi-o. Informei-o que naquele preciso momento não estava ao serviço e informei-o do número para onde poderia ligar e apresentar a reclamação. Até podia ser eu a tratar assim que regressasse ao meu posto. Mas ali naquele momento não. Não era a hora e eu merecia  descanso.

 

Está uma pessoa na sua pausa... não é para continuar a trabalhar! Era o que mais me faltava.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.