Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Escapadinha Romântica: Lisboa, Éclairs e Amigdalites

A Lisboa que eu visitei, os éclairs que eu comi e a amigdalite que eu ganhei. Tudo de enfiada. Tudo de uma só vez. Aqui pela primeira vez no curral, com Mula.

 

O CVC, Clube Viação Clássica - que eu já vos prometi falar sobre mas que ainda não consegui escrever sobre - foi pela primeira vez à capital fazer um passeio com os seus sócios e admiradores, espalhando por esta cidade um tom mágico de laranja, relembrando o passado.

 

IMG_5982c.jpg

(O 640 a espalhar laranja pela capital portuguesa)

 

 

Assim, a Mula pegou no seu Mulo - ou terá sido o Mulo que pegou na Mula? - e lá fomos nós para mais um passeio do CVC, mas desta vez a 300km de casa, visitar uma vez mais a terra que eu tanto adoro pisar e admirar, mas de um modo diferente.

 

Visitamos o Museu da Carris, que já tinha tido o prazer de visitar noutras paragens:

1493041152973.jpg

(Museu da Carris)

 

 

Fomos almoçar até ao Village Underground Lisboa, onde comi uma das melhores tostas da minha vida:

 

 

IMG_5814c.jpg

(O 640 do Clube Viação Clássica no Village Underground)

 

1493040421269.jpg

(A tosta é minha, o wrap é do Mulo)

 

 

E seguimos até ao Aqueduto das Águas Livres que visitei pela primeira vez.

 

 

1493041489291.jpg

(viram ali o meu Mulo todo jeitoso em modo fotógrafo?)

 

Não só acompanhada pelo meu Mulo, tive um amigo meu, que sempre a meu lado, passou o dia inteiro a espirrar. Eu avisei-o que parasse. Que à custa daquilo ainda iria ficar doente, ao que ele me respondeu que era alergia, que não me preocupasse.

 

Pois claro, alergia.

 

Eu e o Mulo não quiséssemos vir logo para o Porto e combinamos passar o Domingo, só os dois, em Lisboa. E assim ficamos num Loft fantástico, em pleno Marquês de Pombal. Gente simpática, quartos originais, pequeno-almoço delicioso com vários tipos de pão, bolo, mel, doces, queijo, sumos e afins. Não faltou nada... A não ser a minha saúde.

 

1493041747279.jpg

 

No Sábado à noite já estava com dores de garganta. Passeamos à noite no Saldanha a pé, uma noite super agradável e eu comecei e encolher-me que nem um bebé. Não havia volta a dar, eu sabia que já estava a incubar qualquer coisa. Ataquei logo com Voltaren - dois a cada 6/7 horas - mas ainda assim não resultou e passei a noite toda cheia de dores e a revoltar-me no cafofo confortável e moderno onde dormimos.

 

Fingi estar melhor do que o que estava, apesar de na minha cara notar-se perfeitamente que estava mais para lá do que para cá...

 

Ainda assim passeamos no Domingo por Lisboa e tentamos aproveitar.

 

Subimos - e descemos, pois claro - no elevador do Lavra:

 

1493041971316.jpg

 

Onde me estreei e me apaixonei pelos ascensores de Lisboa, onde até bem pouco tempo achava que eram elétricos. Eu percebo tanto disto...

 

Almoçamos no Chiado uma pizza saudável - não sei como pude viver na ignorância todos estes anos - numa cadeia de pizzas low fat que com muita pena minha ainda não chegou ao Porto. A pizza que escolhemos toda ela gritava saudável e era deliciosa: mozarela fresca, tomate cherry, rúcula e orégãos em base de massa integral. Muito boa, e as vistas? Ainda melhor!

 

1493042581013.jpg

 

Depois, antes de nos despedirmos, e antes de vir terminar de incubar o meu virus para a minha cidade e para a minha cama, ainda deu tempo para passarmos no L'éclair do Saldanha. Não diria que foram os melhores éclairs da minha vida, que esse lugar pertence aos éclairs de moca da Oberweis que comi no Luxemburgo, mas uma coisa é certa, estes da L'éclair são deliciosos e são os éclairs mais caros da minha vida, e desse lugar provavelmente ninguém os tira. Sim, são caríssimos estes éclairs, e apesar de muito bons ainda estou a tentar avaliar se merecem o preço que pagamos por eles, e confesso que ainda não consegui chegar a alguma conclusão...

 

 

1493042762367.jpg

(Queria ter pedido um de cada, mas como isso implicaria ter deixado o meu ordenado, foi apenas um de chocolate para o Mulo e um de Baba au Rhum para mim.)

 

 

E assim nos despedimos da capital, com a promessa de voltarmos - porque sempre voltamos - e na esperança de voltar com mais energia, com menos dores e com mais dinheiro. Mais, menos, mais. Assim é!

 

1493042936671.jpg

 

Até mais, Lisboa!

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.