Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Desafio | Passa-Palavra #Saudade - Texto do Monteiro

Mais uma semana, mais uma voltinha e mais um poema trazido pelo nosso querido Monteiro, que como sabem não tem blog mas quis - e muito bem - participar no nosso desafio. E que bela maneira de trazer a saudade à baila se não com um saudoso poema?

 

É sem dúvida uma palavra bem nossa, sem dúvida bem portuguesa e que todos à sua maneira trazem no coração.

 

Vamos lá!

 

_________________________________________

 

Saudade

Humanidade
Deste cantinho à beira-mar 
Adora praticar 
Um sentimento ímpar 
Que é humilde e burguês
Expresso em bom português 
E que por vezes custa a falar...
... é verdade! 

A falta da glória antiga
Ou de uma mão amiga 
De alguém que partiu 
Num momento em que tudo ruiu! 

Por vezes, demasiadas vezes 
Não prosseguimos em frente 
À conta da nostalgia 
De uma alegria que nos afligia 
Por vezes, demasiadas vezes
Não dizemos que sim ao futuro 
À conta do passado 
Cuja beleza construiu um muro. 

Nem todos os Santos chegam 
Nem todas as línguas traduzem 
O que os Portugueses tão bem executam 
E ainda melhor fazem! 

Na terra só há um cantinho onde é verdade
É em Portugal
Que faz sentido a palavra saudade!

 

Por: Monteiro

_________________________________________

Desafio passa-palavra criado pela Mula e pela Mel. Todos os domingos e durante - para já - oito semanas, sairá uma palavra para vos inspirar a escrever sobre ela. Quem quiser é livre de se juntar a nós, sem compromissos ou prazos apertados. Escrevam, porque escrever liberta a alma. A quem participar nos seus blogs, aqui as meninas pedem apenas que nos indentifiquem nas publicações, para podermos ir ler-vos e comentar-vos! Bom desafio a todos o que connoso embarcam.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.