Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Desafio: L de Livros

E para começar bem o fim-de-semana, os Desabafos da Mula, recebem com muito agrado, o seu primeiro desafio. Muito obrigada Crónicas de um café mal tirado pelo convite.

 

E vai começar em três... dois... um...

 

tumblr_m9qjohoW6e1rdqy77o1_500.jpg

 

 Estou a ler... Conversas com a minha gata de Eduardo Jauregui. Posso-vos já adiantar que estou a adorar, sim?

 

 O meu livro favorito quando era pequena: Fui durante vários anos seguidora dos livros de Uma aventura, mas o livro que mais me marcou na infância foi sem dúvida o Diário de Anne Frank. Ofereceram-me no meu 12º aniversário e foi o primeiro livro "a sério" que eu li. Na altura achava o livro demasiado grande, e como ainda não tinha desenvolvido grandes hábitos de leitura demorei uma eternidade, acabei por o reler uns anos mais tarde.

 

 

 Estou ansiosa por ler... Os restantes livros d' A Saga dos Foxworth de Virginia C. Andrews. Li o primeiro da saga, que é o Herdeiros do Ódio e tenho um outro livro da saga que é o Sementes de Ontem - mas que desisti de ler, porque como me faltam elementos antigos da história não a consigo compreender. Precisava assim de encontrar essencialmente dois livros da saga - por agora - o Pétalas ao Vento e o Apesar dos Espinhos, mas infelizmente não os consigo encontrar em lado nenhum, inclusive na biblioteca do Porto, que supostamente deveriam de ter "não se encontra disponível". Cheira-me que alguém não devolveu o livro, como seria suposto. Por isso, faço agora um anuncio público: Se alguém tiver um destes livros, ou todos os livros, eu compro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Um livro que mudou a minha vida: O livro Vendidas, de Zana Muhsen. Mudar parece uma palavra demasiado forte, mas foi este o livro que mais me alertou para os problemas do mundo, e que me fez perceber que o perigo às vezes está onde menos esperamos. Foi também onde compreendi que há realmente pais filhos da puta... Curiosamente, foi também o primeiro livro que li emprestado, como que um testemunho que foi passando de mão em mão.
 

 

 

 O meu livro favorito para dar como presente: Depende muito de pessoa para pessoa. Mas acho que um dos meus livros da história de James Bowen: A minha história com Bob, O mundo segundo Bob, e Um presente do Bob - já vos disse que sou maluca por livros de gatos, com gatos e sobre gatos, não é verdade? - poderiam agradar a um grande leque de pessoas que eu conheço, desde que sejam amantes de animais, mesmo que não gostem tanto de gatos, como eu. Devorei cada página destes livros como se fossem a última. Sempre que cada livro terminava, ficava deprimida... A verdade é que mais do que um livro sobre um gato, é um livro sobre mudança, sobre a capacidade que o ser humano tem de se reinventar quando está motivado. A quem ainda não leu, fica a sugestão. São livros com uma escrita cuidada mas ligeira, nada maçadores, e contêm uma lição de vida impressionante.

 

Bob Colection.jpg

 

 O que está na minha mesa: Ora bem... estao em águas de bacalhau o Como é linda a puta da vida de Miguel Esteves Cardoso e o Só lhes falta falar do Dr. Nicholas H. Dodman. Como ambos são histórias soltas, que nada têm a ver com a anterior, vou lendo consoante me vai apetecendo. Conforme vou comprando livros novos, estes vão ficando para trás. Não por não terem interesse, porque gosto tanto de um como do outro - ainda que me tenham em certa medida desiludido - mas como não há um enredo que prenda do princípio ao fim, não há uma grande ligação ao livro.

 

 

 Organizo a minha estante de acordo com: A altura e a espessura dos livros e também consoante o autor. Quando tenho vários livros do mesmo autor, gosto de os manter juntos, mas inicio sempre a organização com os livros mais altos e mais "gordos".

 

  A minha livraria preferida: É a livraria Lello pela sua beleza e imponência. No entanto, para comprar, normalmente vou à Bertrand, porque gosto do atendimento, gosto dos descontos que vão fazendo e porque é a que fica mais perto do meu local de trabalho. 

 

  Adoro ler porque: Consigo viver, através do livro, uma vida diferente, consigo conhecer outros lugares, outras pessoas. Consigo acima de tudo, esquecer os meus problemas.

 

  Um livro do qual nunca me vou separar:  Para além de todos os livros que aqui referi, acho que nunca me vou conseguir separar do Alice no país das maravilhas de Lewis Carroll e do Principezinho de Antoine de Saint-Exupéry, e serão, sem dúvida dois livros que pretendo, que, no futuro, os meus filhos leiam.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Se pudesses entrar num livro, que livro escolherias? Serias a personagem principal? Se pudesse entrar num livro, escolheria entrar no livro Estarás aí? de Guillaume Musso e gostaria de ser a personagem principal para ver qual era a sensação de viajar no tempo.

 

 

E termino assim o desafio: L de Livros. Espero que tenham gostado tanto quanto eu. 

 

Ora vejamos, para responder a este desafio, desafio os seguintes blogs:

     - O, Bonjour! da [Mad]emoiselle O

     - Vida às Fatias da Fatia Mor

     - StoneArt Portugal da Magda L Pais

     - Papira da Papira

     - Everything happens for a reason da C.*

 

Um bom fim de semana a todos e... leiam muito!

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 05.09.2015

    "It's going to be LEGEN... wait for it... DARY!"
    (obviamente perderá toda a piada, se não conheceres a fonte desta frase, mas pronto, decidi arriscar Image)
  • Imagem de perfil

    Fatia Mor 05.09.2015

    Até me chegaram as lagriminhas aos olhos agora! Claro que sim! É sinal que reconheceste a anterior!
  • Imagem de perfil

    Mula 05.09.2015

    Image parece que estamos bem sintonizadas. 
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.