Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Desafio | Eu e os Filmes #7

Já vi muitas vezes

 

Txxiiii... Tantos! Têm tempo? Vou começar a enumerar... Vá, brincadeira, vou enumerar dois apenas, um de animação - cujas falas conhecia de cor, do principio ao fim do filme -, e uma comédia romântica que vi tantas vezes na minha adolescência que na altura quase também sabia as falas de cor... aqui estão eles:

 

 

Papuça e Dentuça

Para mim um dos melhores filmes de animação de sempre, infelizmente pouco divulgado. Papuça e Dentuça retrata a história de dois amigos, Tobby - um cão de caça - e Dodô - um raposo. Tobby e Dodô, são vizinhos e conhecem-se por mero acaso, quando eram pequenos. Longe de imaginarem que anos mais tarde seriam obrigados a serem inimigos, trocam juras de amizade e lealdade eternas. No entanto, Tobby é treinado para caçar raposas, treinado para caçar Dodô em particular, já que o seu dono odiava aquele raposo, que apesar de ter sido educado como um cão, era demasiado rebelde e matava-lhe as galinhas. Para sua segurança a dona de Dodô, decide assim abandoná-lo na floresta por achar que lá ele estaria mais seguro. No entanto o caçador não desiste de encontrar e matar o raposo. O filme fala assim sobre a amizade, e sobre os limites das promessas e da lealdade entre dois seres que por vontade própria não entrariam em guerra. No fundo, fala sobre as injustiças da vida. Tão bem me lembro das suas falas ainda:

 

Tobby: Ohh é você! auauauauauauauauauuaua!

Dodô: O que é que você está fazendo?

Tobby: Eu tenho que fazer assim, quando eu encontro o que estava farejando!

(...)

Dodô: Tobby, nós vamos ser amigos para sempre?

Tobby: Sim, para sempre!

 

É um filme mesmo delicioso. Aiii! Agora fiquei cheia de vontade de o rever!

 

O outro filme, o da Comédia Romântica é o filme:

 

 

10 Coisas que Odeio em Ti

Tinha eu 11 anos quando foi lançado o filme e já o vi centenas de vezes. Ainda hoje em dia sou apaixonada por este filme e não o resisto a rever sempre que passa na televisão. Basicamente conta a história de uma rapariga, Bianca, que se apaixona por um rapaz, só que o seu pai só a deixa sair com ele, quando a sua irmã mais velha Kat, se apaixonar e começar a sair, por achar que isso não iria acontecer tão cedo, uma vez que Kat era anti-social. Bianca paga assim ao bad boy lá da escola, Patrick, para sair conquistar a irmã. Então depois disto é o típico, ela apaixona-se por ele, ele apaixona-se por ela só que depois ela descobre que ele está a ser pago e desentendem-se e o filme é ele a tentar retratar-se perante ela, para que ela o perdoe.

 

O momento alto do filme é este poema que eu tanto adoro:

I hate the way you talk to me,
and the way you cut your hair
I hate the way you drive my car,
I hate it when you stare.
I hate your big dumb combat boats,
and the way you read my mind.
I hate you so much, that it makes me sick,
And even makes me rhyme.
I hate the way you're always right.
I hate it when you lie.
I hate it when you make me laugh,
even worse when you make me cry.
I hate it when you not around,
and the fact that you didn't call...
But mostly I hate the way I don't hate you,
Not even close,
Not even a little bit,
Not even at all.

 

As doidas por cinema a responder a este desafio: Eu, Alexandra, MagdaSofiaAna SofiaDrama QueenMafaldaMagdaJustFatia MorJPAndy BloigGirl About TownRute, Nathy, Ana Rita Garcia,CaracolJoana e Bruxinha

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 08.04.2016

    Não era muito conhecido... Mas é lindo, lindo! Tenho em VHS... Já não tenho é leitor de video xD 
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.