Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Desafio de Natal | Natal dos Passáros #12 e #13

 

E prometo aos meus pássaros favoritos que hoje irei finalmente ter tempo para agendar os posts do desafio de Natal para evitar trânsitos! 

 

#12

Qual é o lugar dos teus sonhos para um Natal feliz?

 

Sou da opinião que o nosso lugar, a nossa casa é onde está a nossa família e as pessoas de quem gostamos. No entanto é inevitável sonhar com um Natal em Nova Iorque. 

 

#13

Conta-nos as tradições do teu Natal.

 

Não temos tradições rígidas. Já há uns anos que deixamos a tradição de comer bacalhau cozido. Não apreciamos. Então desde há uns anos que comemos ou bacalhau com broa ou bacalhau à zé do pipo. Desde que nos juntamos que o Natal é passado aqui em casa - território neutro para juntar os dois lados da família - eu faço as rabanadas que ficam sempre com um aspeto terrível e a aletria que acaba sempre no lixo sem ninguém lhe tocar - para além de mim. A minha mãe traz sempre as farófias - que eu adoooooro - e por vezes o pão de ló de ovar que faz divinamente bem. A esta salgalhada junta-se a sogra que não quebrando a tradição come bacalhau cozido connosco. Ou seja, nesta noite são feitos dois pratos para pessoas diferentes. Não pode faltar na mesa vinho, essencialmente vinho branco e vinho do Porto para o final da refeição. Por vezes, não por tradição mas por gosto, saímos enregelados para ir à missa do galo e antes disso abrimos as prendas. 

 

E pronto, e assim se passa o Natal em casa da Mula!

 

___________________________________________

Vê as respostas dos outros pássaros que provavelmente saem a horas mais decentes que as minhas: MagdaJust_SmileAlexandraSilent Man e Caracol.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.