Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Curtas do dia #943

Coisas que leio por aí e se me esfrangalham os nervos, a propósito de livros:

 

Eu até o comprava, mas não compro porque deve vir com este novo(acordo) ortográfico, e para estas aberrações na escrita, já bastava eu quando estava na primeira classe.

 

Não acredito, sinceramente não acredito, que alguém que goste realmente de ler vá deixar de ler um livro só porque está escrito com o novo acordo - sem parênteses - ortográfico. E olhem que eu até sou contra o dito... Mas extremismos não dão para mim, até porque sejamos sinceros, foram mais as palavras que mantiveram a forma do que aquelas que foram alteradas e por isso se até me pode afetar a escrita - por não conhecer a sua nova forma - não me afeta em nada a leitura. 

 

Que opinais vós sobre isto?

 

P.s.: Se alguém deixar de frequentar o meu blog só porque escrevo com o novo acordo ortográfico - quando sei, pois claro - queria só desejar uma boa viagem. Obrigada. No hard feelings. 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 20.03.2018

    Sou contra porque há palavras como o "para/pára" cuja alteração não me faz sentido. Mas a evolução da língua é uma coisa que efetivamente acontece e não me parece mal ou errado. Ser contra e recusar-me à sua utilização é muito diferente. E por isso é que apesar de preferir que o mesmo não tivesse existido, porque sendo um comum mortal sou resistente à mudança e não gosto da ideia do que aprendi estar agora errado (da mesma forma como não gostei quando plutão deixou de ser considerado um planeta, porque eu aprendi que era) e só e apenas por isso. Mas o mesmo está assinado, é efetivo tenho mais é que o utilizar sempre que saiba como o fazer.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.