Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

7 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 27.01.2016

    Eu também mudaria essencialmente no que toda ao trabalho.  Não teria tido, acima de tudo, tanta pressa de crescer!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 27.01.2016

    Acredito.
    Eu nunca tive pressa para crescer, pelo contrário. Mas se fosse hoje teria tomado algumas opções diferentes, inclusive talvez até na escolha da área.
    Adoro o que faço, mas não é um trabalho valorizado, pelo menos não aqui em Portugal.
  • Imagem de perfil

    Mula 27.01.2016

    Eu quando tirei o meu curso, tinha consciência, de que não tinha saídas profissionais, tirei o que tirei porque gostava... Mas se calhar se fosse hoje também teria pensado melhor e tirado algo que não gostasse tanto, mas que me pudesse dar outras perspectivas de futuro...
  • Imagem de perfil

    Psicogata 27.01.2016

    Eu por acaso dentro do que gostava selecionei um curso com saída, só que esqueci-me que estava no norte do país e não na capital.
    Teria pensado em algo mais liberal e mais rentável. É importante que gostemos do nosso trabalho mas ainda mais importante que ele nos permita realizar os nossos sonhos e os meus sonhos são assim um bocadinho caros.
  • Imagem de perfil

    Mula 27.01.2016

    Os teus e os meus... como já me disseram, tenho sonhos de rica, mas carteira de pobre! ahahah Mas pronto, vou lutando com honestidade dia após dia... o resto vem por acréscimo.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 28.01.2016

    Os meus só lá vão mesmo com um euromilhões.
    Mas assim valorizo mais quando cumpro algum deles, tem um sabor diferente.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.