Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Como irritar uma mulher

Há quem diga que são as nossas hormonas, há quem diga que é simplesmente o nosso mau feitio. Eu acredito que são os actos parvos dos homens que mais nos irritam e que não depende apenas de nós. Se é homem, e quer - sabe-se lá porquê - irritar uma mulher, siga estes passos.

 

Atenção: É possível que estes passos funcionem também com os homens, e em casais do mesmo sexo, mas não foram - por mim - testados.

 

Poderá, atenção que também é importante, verificar que estas situações não funcionam com todas as mulheres, até porque digam o que disserem, somos todas diferentes, mas comigo funciona na perfeição. Após uma destas, basta uma, umazinha, têm uma Mula em risco de explosão... BOOOOOM!

 

1. Receber chamadas/SMS após as 22 horas.

Nada mais enervante do que o nosso companheiro, marido, namorado, ou como lhe quiserem chamar, receber chamadas após as 22 horas, essencialmente se não nos disserem quem ligou e por que é que ligou. Nem que nos minta - mas não lhes digam isto - porque o que nós pretendemos é uma explicação plausível para uma situação, acima de tudo, alarmante. Homens, é mais forte que nós, ou pelo menos é mais forte que eu, se o meu Mulo recebe uma SMS, ou uma chamada, após este horário, fico a pensar que é uma galdéria qualquer, é inevitável.

 

2. Atender o telefone, independentemente do horário ou condição, numa outra divisão da casa, ou afastar-se da sua companheira -  se estiver fora de casa.

Para mim, apenas existe uma motivação válida para se atender a chamada num local diferente do nosso: barulho excessivo que impeça a conversação com o outro. Tudo o resto, soa-nos, ou - salvaguardando-me uma vez mais - soa-me, a suspeito. Não tem que ser uma gaja a ligar, pode até ser um amigo, mas se não quer que ouçamos, é porque tem alguma coisa a esconder. Concordam?

 

3. Não repararem numa mudança de visual, ou numa produção mais evidente.

A verdade, é que se me arranjo melhor, se me maquilho de forma mais provocante, se mudo a cor do cabelo ou corto apenas as pontinhas do mesmo, e chego à beira do Mulo e existe uma ausência de reacção, fico a achar que já não me vê como me deveria ver, que não olha verdadeiramente para mim, porque se me visse, com olhos de ver, veria que estou diferente, ele deveria sentir essa diferença, deverá inclusive gostar dessa diferença e dizer algo... Um "estás muito bonita" é o suficiente, não tem de reparar exactamente que a franja está mais afiada e que mudei a cor das unhas, isso também já seria ser picuinhas de mais! É que na verdade, nós mulheres, apesar de sermos muito donas dos nossos narizes, e fazermos as coisas porque nós queremos, também o fazemos na esperança de agradar aos homens, e como tal, a falta de reconhecimento do nosso esforço causa-nos, ou pelo menos, a mim causa-me, muita urticária.

 

4. Atentados contra a nossa razão e inteligência.

Neste ponto, duvido que não haja consenso! É das coisas mais perigosas que um homem pode fazer a uma mulher. Imaginem quantos divórcios já não ocorreram por um  homem se achar mais inteligente que uma mulher, e acima de tudo por o demonstrar. Não se esqueçam daquela frase, que apesar de ser um chavão, é a frase mais acertada que alguém já teve o prazer de proferir: Uma mulher tem sempre razão, mesmo que não a tenha, realmente. Se não gostam de adrenalina na vossa vida, não nos contradigam, não desvalorizem os nossos conhecimentos e nunca, mas nunca em tempo algum, se gostarem minimamente de nós, está claro, atentem contra a nossa inteligência, essencialmente em público, porque o cenário que se seguirá, não será, certamente bonito.

 

5. Tentativas - exageradas - de controlo.

Uma certa demonstração de vontade de controlar pode ser efectivamente agradável, pode fazer-nos bem ao ego, no sentido que demonstra um certo medo de perda, um certo ciúme e uma certa preocupação, e são pontos que devem existir num relacionamento saudável. Mas por favor, homens, não devem ligar para as mulheres de 5 em 5 minutos (ou uma vez por hora), a menos que haja reciprocidade. É que, deixa de ser um acto fofinho para passar a ser um acto possessivo. A verdade é que se me ligassem de hora a hora sentiria que não confiariam em mim, e para mim, uma relação sem confiança não é, de todo possível. E é aqui que vocês perguntam, mas e então o ponto um e o ponto dois, não é contra este ponto, por demonstrar falta de confiança? Não... Não é, não importa por que é que não é, mas não é e pronto, está bem? Não me contrariem se faz favor!

 

Não me querendo alongar mais, seguem, numa rapidinha, outras situações que também nos conseguem pôr a beira de um ataque de nervos, mas que não me apeteceu explanar neste post:

         - Comparações com outras mulheres;

         - Não nos atenderem o telefone;

         - Falar das ex-namoradas/ex-paixões/ex-quecas;

         - Não levarem o lixo sempre que solicitado, ou não solicitado;

         - Deixarem a loiça suja por dias na banca até que por alma do espírito santo a mesma se lave e se arrume, aparentemente sozinha;

          - Chegarem atrasados.

 

[Alguém quer acrescentar mais alguma situação? Sintam-se confortáveis para o fazer.]

 

E é tudo por hoje meus queridos. No fundo, no fundo, lá bem no fundinho, nós, mulheres, somos seres extremamente simples, vocês é que complicam, e para provar esta afirmação, deixo-vos com uma tirinha - ou deveria dizer quadradinho? - da Cathy.

CathyCathy Guisewite (2004) in Amor

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.