Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Coisas que só a mim...

Como sabem tenho um carro há muito pouco tempo. Não é um carro novo, mas é um carro novo para mim. Quem tem carro sabe: Cada carro tem a sua mania, e o meu, claramente, não é exceção. À custa disso... Ai que vergonha!

 

Vá, já lá vamos.

 

 

 

Cheguei super cedo ao trabalho e então decidi ir abastecer o bicho. Paro na bomba, carrego no botão de abrir o depósito, saio do carro para abastecer, chego ao depósito e o depósito está fechado. Volto ao carro, volto a carregar no botão, ouço o barulhinho de tentar abrir, mas o depósito não abre. Vou ao depósito, tento forçar aquilo, já a ficar enervada - eram 8h da manhã eu queria estar a dormir e estava numa bomba de gasolina a lutar com um depósito de um carro! - , volto ao interior do carro, carrego no botão e nada... Nada de nada. "Pronto, avariou-se o botão, eu estou quase na reserva, vai ser bonito!" Começo a imaginar o burburinho da malta da bomba "vê-se logo que é gaja, nem o depósito sabe abrir!" mas ainda assim vou toda confiante lá dentro, levanto dinheiro, compro tabaco, pago, entro no carro e saio dali para fora com o dia já meio estragado e já a fazer contas ao dinheiro que ia gastar no mecânico.

 

Chego ao trabalho, e com calma volto a tentar abrir o depósito já preparada para ir tentar pedir ajuda aos meus colegas. Carrego no botão e puff, abre-se à primeira. "Só podes estar a gozar comigo!" penso. Eis que percebo: A chave tem de estar na ignição para o depósito abrir, e eu a primeira coisa que faço quando saio do carro numa bomba de gasolina é tirar a chave!

 

Boa, Mula! Estavas quase lá!

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.