Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Coisas que faço quando estou sozinha

logo coisas sozinha.jpg

Espero que nunca coloquem câmaras escondidas na minha casa e observem o meu comportamento doentio quando não está ninguém... São várias as coisas, aparentemente estranhas mas que me dão um prazer enorme, quando estou sozinha. Não, não me refiro à masturbação.

 

Estas são as cinco coisas estranhas que faço quando estou sozinha:

 

1. Falar (aparentemente) sozinha

Há melhor pessoa para conversar? Claro que não. Eu e o meu amigo imaginário temos gostos em comum, temos opiniões maioritariamente concordantes, e ainda  por cima faz-me questões sempre muito pertinentes que me fazem pensar sobre diversos temas, para quê pagar a um psicólogo quando se tem um amigo imaginário assim?

 

2. Dar aulas de zumba 

Este meu amigo imaginário não sabe dançar. E como tal gosto de lhe dar diversas dicas de zumba. Deste modo, "boto" a música em alto e bom som, e ensino-lhe vários passos que sei. É sempre muito divertido, mas confesso que se alguém de fora visse esta situação, provavelmente me internariam. Se me quiserem psicologizar poderão dizer que esta situação acontece porque não há ninguém que dance pior que eu, e então criei um alter-ego pior que o meu ego principal! É possível que seja verdade.

 

3. Casting tipo Ídolos

Adoro cantar. E poderia simplesmente cantar como as pessoas normais fazem. Mas isso seria demasiado aborrecido. Eu prefiro cantar como se estivesse num casting para um programa de televisão. Tenho inclusive um alter-ego que é um júri bem mauzinho que profere críticas terríveis, mas eu lá me aguento e canto mais uma música ou duas. Às vezes esta situação é ligeiramente diferente, e canto como se estivesse a dar um concerto para milhões de pessoas, onde falo com os meus fãs e simpatizantes. Sou realmente um ser fantástico.

 

4. Abro vários armários à procura do que não tenho

Quando estou em casa sozinha, e me dá uma vontadinha de comer qualquer coisa, abro o frigorífico e os armários da cozinha vezes sem conta, só que como não compro guloseimas (para não cair em tentação) nunca tenho nada que quero. E às vezes fico nisto a tarde toda... vou ao frigorifico, não encontro nada que quero e fecho, abro o armário alimentar, não vejo nada que me apeteça e fecho. Até que desisto e vou para a sala ver um programa de culinária qualquer para deprimir mais um pouco.

 

5. Preparação para o exercício físico.

Por vezes acordo com uma vontade louca - vá não exageremos, não é tão louca assim - de fazer ginástica em casa. Então procuro uma roupa confortável - já que não está ninguém a ver - visto o meu soutien de desporto e preparo o material que tenho: cordas e pesos. Sento-me no sofá para procurar umas músicas fixes para acompanhar, só que entretanto, abro o facebook, vou ao e-mail, vejo uns vídeos engraçados no youtube e quando me apercebo, a vontade - que era louca - passou. Concluindo, volto a mudar de roupa, e deito-me no sofá a ver qualquer coisa na TV enquanto petisco qualquer coisa pouco saudável.

 

Por favor, alguém que me diga que não sou única no mundo...!

 

See You*

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.