Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Coisas que aprendi com o novo regime alimentar

A lista é vasta. Aprendam com a Mula que a Mula não dura sempre:

 

  • A ideia não é comer, é enganar o estômago. Parece que comemos imenso, e imensas vezes ao dia, mas é tudo para enganar o estômago.

  • Quanto mais comemos o que é saudável, menos fome temos, porque menos nos apetece comer.

  • Anda meio mundo a tentar enganar outro meio mundo porque: couve-flor está longe de saber a arroz, courgette está longe de saber a massa e uma saladinha de alface e tomate com um peito de frango grelhado está longe de se parecer com um bife com batatas fritas. Ah! E gelatina, por muito boa que seja, é totalmente diferente de tiramisú!

  • Tudo o que é seco pode, com à exceção dos pacotes com bonecos. Quanto mais seco mais saudável - ainda estou em crer que é um truque barato para nos fazer beber mais água... Para empurrar - e quanto mais aborrecida a embalagem também. 

  • Fazer dieta é no fundo fazer um desmame do vício de comer, obrigando-nos a comer mais vezes ao dia até chorarmos encolhidos dizendo "eu não quero voltar a comer isto", e como não há outras opções, desistirmos entretanto de comer... 

 

Em suma... Podíamos já avançar com os ensinamentos, ligam-me um cateter, só para entrar alguma - pouca - glicose, e está feito.

 

P.S.: Mas uma coisa é certa, até os olhos da Mula brilham a ver um 7 em vez de um 8 na balança!

 

diet.jpg

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 27.06.2017

    Ainda agora comecei e já estou farta... Image
  • Imagem de perfil

    Magda L Pais 27.06.2017

    Sabes, é por isso que não embarco em dietas e cenas que nos transformam em coelhos e afins. Comecei em Setembro a reeducação alimentar, já perdi acho que 9 quilos e muita massa gorda  (tenho para ali o Excel não sei aonde) desde Setembro. Já visto um número abaixo da roupa e sinto-me muito bem comigo. Mas, acima de tudo, não estou farta da dieta, não me canso da comida e não me encolho a um canto quando olho para o prato (confesso que isto aconteceu na primeira semana após a cirurgia em que só podia comer cozidos e grelhados sem um pingo de gordura que seja). Um regime alimentar duradouro  não pode ser um sacrifício senão não o consegues fazer
  • Imagem de perfil

    Mula 27.06.2017

    É verdade. O problema é que se eu não vejo resultados rápidos não funciona porque desisto... Acho que o problema sou eu, deveria de ser mais imaginativa na cozinha... Mas toda a minha imaginação recai sobre doces e refeições altamente calóricas... Acabo por variar muito pouco... Mas sim, concordo com o teu ponto de vista e tu é que estás certa. 
  • Imagem de perfil

    Magda L Pais 27.06.2017

    a questão é que resultados rápidos não duram. Porque te fartas depressa do esforço e, depois, quando achas que chegaste ao peso que querias, voltas a comer normalmente e voltas a ganhar peso. Eu percebo que é bom ter resultados rápidos mas acho que o foco devia estar em resultados duradouros
  • Imagem de perfil

    Mula 27.06.2017

    Nesse aspecto é que conto com a ajuda da nutricionista.. a ideia é manter depois, e não voltar a recuperar tudo... E de preferências sem estar em dieta toda a vida... :|
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.