Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Casamentos, contratempos e triagens

Hoje - acho que - finalmente compreendi por que é que as preparações dos casamentos estão cheios de coisas e coisinhas, e por que é que é um processo tão moroso. Descobri hoje que a preparação funciona como um processo de triagem.

 

Como assim? É simples.

 

Os casais que superam todas as provas com sucesso, seguem com o casamento, casam-se e vivem - em poucos casos - felizes para sempre. Os casais que não conseguem alcançar consensos, e não conseguem cumprir o que lhes é solicitado com sucesso sem andarem à porrada, cancelam o casamento e poupam num divórcio, futuramente.

 

Tenho descoberto ao longo deste processo, que na preparação de um casamento - ainda por cima com um orçamento tão limitado como o meu - nunca as coisas são como queremos ou gostaríamos de prever. Os preços nunca são do nosso agrado, o que inclui também não; as quintas nunca permitem visita nos dias que nos são mais convenientes, milhentos e-mails sem resposta. Mas vá, cá me vou adaptando...

 

Só para que estejamos todos sintonizados na mesma frequência, vou "ler-vos" um poema - sou fã(zérrima) da Florbela Espanca, e aqui vai um poema dela para me ajudar a explicar-vos umas coisinhas, mais à frente.

 

poema

 

É normal que o casal não se comprometa de igual modo nas mesmas situações, porque não é possível que estejam sintonizados com as mesmas intensidades. E na situação de preparação do casamento, não é diferente. Na vida, é um bocadinho assim como no poema, há uns que amam e desejam algo com muita intensidade e o outro deixa-se ir pela maré, sem remar contra ela, deixando-se levar. Nos relacionamentos, o importante é não remarmos para lados contrários, tudo o resto, pode ser tolerado. Só que há limites, pois claro que há!

 

Eu sabia que iria ser assim. Eu já sabia, desde o princípio que iria ser eu a remar para levar o meu sonho avante. Porque como eu referi, é o meu sonho, nem tão pouco é o dele. Fui eu que o pedi em casamento, ele apesar de não ser a favor, também não era contra, e aceitou. Sou eu que estou a fazer pedidos, e pedidos, e pedidos de orçamentos. Ele apesar de dizer que também quer ser parte activa, ainda não se activou, mas não o condeno, ou julgo, porque não me importo. Só não aceito é uma total desresponsabilização do processo. A única coisa que ele terá de fazer é aparecer nos locais comigo, para realizar as visitar comigo. Mas quando um jogo de futebol é mais importante, uma saída com os amigos é mais importante, uma diarreia é mais importante... as coisas tornam-se mais complicadas. Eu sou paciente, bastante paciente até, mas não vamos exagerar!

 

Estou desmoralizada!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.