Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Autocontrolo

(imagem retirada daqui)

 

 

Julgamo-nos muito mais capazes do que os animais. Basicamente, o que nos distingue dos cães são os instintos - e em muitos casos o pêlo - e estamos habituados à ideia de que os animais reagem apenas por instinto e que os homens - e as mulheres obviamente - reagem com racionalidade e com consciência. Distinguimo-mos, entre muitas outras coisas, no autocontrolo.

 

Esta semana enquanto esperava pelo comboio deparei-me com uma situação incrível. Um cão-guia seguia o seu caminho com o seu dono, quando um outro cão  que por lá andava solto decidiu desatar a ladrar e a seguir em direcção ao cão-guia. Adivinhei um pequeno confronto, um ligeiro trocar de ideias caninas e antevi um momento um tanto desconfortável para o dono invisual. Eis que o cão-guia tem uma atitude completamente incrível: olha, ligeiramente de lado,  para o outro canito excitado e volta a olhar em frente e segue viagem como se nunca um outro animal o tivesse tentado desafiar!

 

Bem sei que estes cães são altamente treinados, mas não deixam de ser cães,  com instintos, com necessidades, com personalidade e por isso achei incrível um animal considerado por tantos irracional, ignorar totalmente e incrivelmente um potencial oponente, e seguir com a sua função que é guiar o seu dono. Para mim isto é autocontrolo.

 

Já eu... Que me julgo uma humana, dotada de racionalidade e consciência perco totalmente o controlo quando vejo um chocolate ou um prato de lasanha...

 

Tenho cá pra mim que o que eu precisava mesmo não era de uma nutricionista,  era de um treinador de cães...

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.