Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A Mula também experimenta coisas e fala sobre isso #7 Coloração INOA vs Farmavita

Usei durante muito tempo as tintas da Farmavita, primeiro as normais, depois as sem amoníaco, e estava bastante satisfeita, essencialmente com as sem amoníaco, que o cheiro das tintas com amoníaco roça o insuportável para pintar em casa, numa casa de banho pequena como a minha. Depois do alisamento progressivo achei que deveria de investir num outro tipo de produto para não danificar o cabelo e prolongar a durabilidade do alisamento, assim decidi mudar para a considerada coloração das colorações: coloração INOA. 

 

Mas será que a coloração INOA é realmente melhor que a coloração da Farmavita?

 

A Pluricosmética tem uma grande parte da gama INOA a metade do preço, a 7,99€, e só algumas cores, como é o caso da Carmillane que pintei da última vez é que fica a 12€. Assim a diferença de preços para as da farmavita ainda são consideráveis, visto que a embalagem de 100ml custa 9,5€ (mais 1€ e pouco do oxidante, creio) e dá para duas utilizações se o cabelo não for muito comprido, já as da INOA são de 50ml e dão apenas para uma utilização. Também na INOA o oxidante é comprado à parte, e uma embalagem de 1lt que me custou cerca de 13€ dá para imensas utilizações, uma vez que a proporção é 1:1.

 

Quando comecei a pintar INOA comecei pelos vermelhos escuros, e fui aclarando, até que passei para os ruivos e voltei a regressar agora com a Carmillane aos vermelhos. Na farmavita só pintei em tons de castanho e vermelhos, nunca fui aos ruivos.

 

(cor escolhida da última vez e a manter durante as próximas colorações)

 

 

E que tenho eu a dizer sobre a coloração INOA? Tem uma grande vantagem face às da farmavita, que é a ausência quase total de odor. Tenho a dizer que é de facto uma coloração muito boa com uma variedade enorme de tonalidades mas que tem um problema: Não seca o cabelo! Oh Mula, mas desde quando é que isso é um problema? Desde que tenho o cabelo oleoso e pintava o cabelo para que ficasse mais seco... E isso agora não acontece, por isso, sim é uma tinta bastante hidratante e não seca, de todo o cabelo. No entanto, não acho que dure mais tempo que a coloração farmavita, neste aspeto não noto qualquer diferença. Confesso que não uso o champô da INOA para lavar após a coloração, uso o meu champô normal para cabelos pintados - neste momento uso o Lumino Color - da Loreal, e admito que possa ser esse o problema.

 

Acho, ainda assim, a farmavita mais fácil de espalhar e de se entranhar nos fios, com a INOA, que é mais espessa, já por duas vezes reparei que em algumas zonas junto à raiz não coloriu, essencialmente nas zonas junto às orelhas. Tem por isso de se espalhar muito bem, cuidadosamente para não manchar, com a farmavita nunca precisei de ter estes cuidados e correu sempre tudo bem.

 

A farmavita para o meu cabelo acaba por ser melhor, na medida em que me seca mais a raiz como eu preciso para reduzir a oleosidade, e por isso assim que terminar o oxidante da INOA devo regressar à farmavita, que sendo mais barata, sendo mais fácil de aplicar e tendo a mesma durabilidade, parece ter por isso uma boa relação qualidade-preço.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 25.08.2018 00:55

    Olá Ana,

    Pintar em casa com tintas profissionais parece mais complicado do que é na realidade. Claro que as de supermercado vem com tudo o que precisamos no pacotinho e a mistura já vem feita mas sinceramente acho mais prático pintar a pincel - e mais rápido - do que com a bisnaga (?) com que se aplica o produto de supermercado. Para além de que é mais barato pintar com tintas profissionais do que com as de supermercado (pelo menos as tintas na pluricosmética costumam estar sempre com bons descontos)

    Ora bem, para pintar em casa com tinta profissional precisa de:
    - Luvas
    - 1 recipiente de plástico (pode comprar próprio para tintas, eu uso um tupperware velho)
    - 1 pincel (comprei o meu por 1,5€, acho eu, na pluricosmética)
    - Tinta da sua preferência (se está com o cabelo muito seco sem dúvida que sugiro a INOA porque tem hidratação)
    - Oxidante - para manter o tom pode usar a de 10 volumes, se pretender aclarar um pouquinho pode usar a de 20 volumes, se for para aclarar bastante o tom pode usar a de 30 volumes (não aconselho, de todo a de 40, danifica muito o cabelo) No que toca ao oxidante, há tintas como as da marca farmavita que têm doses individuais de oxidante e ao comprar o tubinho de tinta compra o tubinho de oxidante. Mas as tintas de Marca (INOA, Majirel, Revlon,...) tanto quando sei só há embalagem de oxidante de 1L, mas dura imenso tempo (só se usa 60 ou 100ml de cada vez, dependendo da tinta.) Tendo em atenção que o oxidante da INOA não dá para usar com tintas com amoníaco, assim como os oxidantes da Loreal, Relvon, não dão para usar com a tinta inoa porque está desenvolvido para ser usado com tintas com amoníaco. Ou seja, tintas com amoníaco podem usar qualquer oxidante próprio para tintas com amoníaco. E tintas sem amoníaco podem usar qualquer oxidante para tintas sem amoníaco.

    Basicamente coloca-se no recipiente a tinta e o oxidante e mistura-se tudo muito bem, normalmente vai mudar de cor e depois é só aplicar no cabelo. Quanto à dose de oxidante a utilizar diz sempre na embalagem a proporção. Por exemplo desta última vez pintei em que a proporção era de 1:1,5 ou seja, um tubinho de tinta de 60ml para 90ml de oxidante. Se usar estas embalagens de litro sugiro também que compre um copinho medidor, que também não lhe custa mais do que 2€ na pluri.

    Quanto a vitaminas... lamento mas não tenho qualquer tipo de experiência por isso não a conseguirei aconselhar. Apenas usei umas da CarloSantos, que comprei em promoção (acho que não chegaram a 20€) e dei-me bem com elas, e reduziu a queda, mas temos que usar pelo menos uns 2 meses para se sentir alguma coisa. Mas... não compre nunca nos cabeleireiros. Compre sempre nas lojas de produtos profissionais ou até online, fica-lhe muito mais barato. Agora, nada como experimentar o óleo de ricínio, à venda na celeiro por uns míseros 2€, comigo não resultou mas resulta com muita gente por isso não custa experimentar. ^_^

    Espero que não tenha ficado demasiado confuso e espero ter ajudado.

    Bom fim-de-semana!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.