Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A Mula também experimenta coisas e fala sobre isso #6 Alisamento Progressivo

A Mula acha que deveria de ter nascido morena com cabelos lisos. Quanto ao moreno nada feito que o sol não lhe pega e tem medo de solários, contra o encaracolar do cabelo ao longo dos anos foi encontrando soluções. E chega de falar na terceira pessoa que isto parece conversa de malucos.

 

Sempre preferi ver-me com cabelos lisos, o Mulo então nem se fala, e por isso há muitos anos que aliso diariamente o cabelo com uma placa de alisamento. Inicialmente tive uma de cerâmica mas via que me danificava o cabelo, entretanto há uns anos, a mãe ofereceu-me pelo natal, uma de titânio que lhe custou os olhos da cara e que fazia maravilhas pelo meu cabelo - e por maravilhas leia-se, deixava-me o cabelo muito liso danificando-o menos que a de cerâmica. Ainda sendo de titânio a placa de alisamento não é saudável para o cabelo, ainda por cima para cabelos como o meu teimosos, que basta apanhar uma brisa e um pouco de humidade para se encaracolitar todo, e depois lá ando eu, novamente de placa em punho para o voltar a ter liso. Resultado? Pontas sempre muito espigadas.

 

A mãe que tem quase cabelo crespo de tão seco que é, e bem ondulado decidiu fazer um alisamento e correu-lhe bastante bem, então eu fui a seguir.

 

Fiz o Alisamento Progressivo Soul da Ybera que pode ser usado por pessoas que como eu pintam e têm o cabelo com madeixas porque de acordo com a marca, é 100% natural, ou seja, sem formol, desenvolvida à base de células do tronco de uma espécie rara de maça suíça chamada Uttwiler Spätlauber. Prometeram-me resultados durante 6 meses, com direito a receber nova progressiva de oferta se antes dos 6 meses o cabelo voltar a encaracolar. Até agora não tenho razões de queixa. Vamos então ver o que resulta e o que não resulta.

 

 

Lavar o cabelo e secar de imediato com o secador na vertical apenas com auxílio dos dedos.

É, sem dúvida como fica melhor. Fico com o cabelo de uma chinesa, até demasiado espalmado para o meu gosto, é que tenho franja e o cabelo fica mesmo sem volume, o que faz com que a franja fique também espalmada. Tudo isto sem escova, ou placa de alisamento, apenas com o secador bem quente e os dedos. Para a franja não ficar espalmada, tenho apenas de recorrer ao auxílio de uma escova redonda de volume para dar algum movimento à franja, já depois de o cabelo estar seco e liso.

 

Lavar o cabelo e deixar secar ao natural.

Não se pode dizer que o cabelo fica ondulado, que não fica, mas fica com jeitos. Não esquecer que eu tenho um corte bob, num cabelo relativamente curto, o que faz com que as pontas arrebitem com alguma facilidade, ou seja, ao deixar o cabelo secar naturalmente fica sem volume, mas não fica um liso escorrido, fica com algumas quebras e meio enrolado.

 

Lavar o cabelo, dar uma secagem rápida e deixar secar o restante ao natural.

Resulta muito bem. O cabelo fica com liso natural. Não um liso chinês, mas fica com um aspeto liso e com umas ondas naturais. Costumo lavá-lo à noite, dar-lhe uma secagem rápida e de manhã acordo com o cabelo praticamente liso. Dou-lhe apenas de manhã um jeito com o secador e escova, mas uma coisa super rápida.

 

 

O alisamento permitiu-me poupar muito tempo ao preparar-me, e agora é fácil lavar o cabelo de manhã e sair com ele bonito de casa, porque 10 minutos chegam para eu secar o cabelo e ficar com ele brilhante, liso e com um aspeto saudável. O fantástico é que mesmo se chover - sim, porque já apanhei chuva - ele não fica todo no ar, todo encaracolitado como acontecia quando o esticava com a prancha.

 

De salientar que tenho um cabelo fino, relativamente fácil de domar, e talvez por isso tenha resultado tão bem. O da minha mãe, que como vos disse à pouco é meio crespo, é um cabelo super seco e grosso e apesar de ficar com um aspeto bonito e liso, não fica a parecer uma chinesa como eu, mas ainda assim resultou-lhe bastante bem e ela consegue o que nunca conseguiu: esticá-lo em casa, e com isso poupou centenas de euros em cabeleireiro, tendo em conta que ela não sabia cuidar do cabelo em casa e só o lavava no cabeleireiro.

 

O que me foi explicado é que não é preciso usar champôs sem sal, como é do senso comum dizer-se, mas que para se potencializar os resultados os produtos devem ser de qualidade e serem para cabelos lisos.

 

Quem pinte o cabelo, só deve fazer o alisamento quando estiver para pintar, porque o alisamento descolora um pouco o cabelo - apesar da marca prometer que este não descoloraria, a verdade é que eu passei dos vermelhos para os cobres só com o alisamento - e depois aguardar uma semana para o pintarem. Após o alisamento tive de ficar 3 dias sem lavar o cabelo, para mim uma verdadeira eternidade.

 

O senão do alisamento é o cheiro que o cabelo ganha quando o estão a lavar. Ele seco não cheira a nada, mas quando está húmido tem um cheiro bastante mau, mas como uso o elixir da orofluido que cheira a ambar, fica resolvido, mas como sobre isto não me avisaram confesso que ao início fiquei assustada, depois fui investigar e é normal e tende a desaparecer com as lavagens.

 

As meninas pediram e a Mula falou. Espero que vos tenha ajudado.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.