Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A Mula regressou à escola...

Não entrei no mestrado, mas decidi começar a fazer umas formações para ocupar a cabeça, porque quando não exercitamos o cérebro os neurónios fazem as malas, vão comprar tabaco e não voltam mais. Comecei por isso, uma formação de espanhol empresarial que tanto jeito me vai dar para o meu dia-a-dia e lá vou eu duas vezes por semana para a dita, depois do trabalho.

 

Voltar à "escola" é curioso. Apesar de ser uma turma bastante diversificada, acima de tudo no que toca a idades, dá para perceber que independentemente das idades, independentemente da escola, da fomação e independentemente da disciplina, os diferentes tipos de alunos que existiam na preparatória/no secundário, continuam aqui: O gajo que tem a mania que tem piada e que quer engatar a professora, a miúda que não dá uma pra caixa mas faz muitas perguntas - essencialmente parvas porque não ouviu com ouvidos de ouvir, o que a formadora disse anteriormente - as miúdas que se acham mais espertas que as outras mas que acabam a dar as maiores calinadas, aquelas pessoas que querem tanto ser invisíveis que quase conseguem, mas cujas, formadora atenta, sempre as descobre, entre outros tipos de alunos que todos tão bem conhecemos...

 

... É engraçado perceber isto.

 

Assim como assim, é engraçado voltar a estar sentada numa secretária e ter um companheiro de carteira e olhar em volta e avaliar as pessoas, como de resto sempre adorei fazer*!

 

 

* sou uma parva analítica, bem sei.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 21.05.2019

    É incrível como o tempo passa e pouco - ou nada - muda...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.