Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A Mula e as transportadoras

113832-Anger-Management-Unneccessary.jpg

 

Na segunda-feira passada falei-vos de sorte e de azar e posso já dizer com total certeza e conhecimento de causa que a Mula não tem sorte nenhuma com transportadoras.

 

Muitos de vós ainda se devem lembrar da saga do meu picador de cebola desaparecido - e que nunca apareceu. Depois disso, os CTT expresso já me perderam umas sapatilhas, a MRW já me entregou uma encomenda 2 meses depois de ter chegado aos seus armazéns - e que por nunca ter conseguido que me tivessem atendido a chamada pedi a devolução da encomenda -, e ainda uma outra transportadora - que agora não me lembro qual - não me entregava a encomenda porque não tinha dito em que empresa era para entregar apesar de ter a morada completa com número da porta e os três dígitos do código postal. Não imaginam o que tive de me chatear.

 

Mas tudo isso são águas passada... E se são águas passadas por que é que falo disto agora? É que estou a aguardar que me entreguem uma encomenda pela GLS, e chego hoje à caixa de correio e tenho lá um papel para eu levantar um pedido que não é meu, que não tem o meu nome, nem a minha morada! Acertaram na cidade, menos mal. Em suma, alguém deve ter recebido a minha encomenda por incompetência da transportadora. Estou capaz de os comer vivos.

 

Então porque não os como vivos? Estou desde manhã a ligar para eles e ninguém atente! E estou neste preciso momento há 30 minutos seguidos a ouvir uma música pirosa de ivr enquanto um robot berra que ainda não foi possível atenderem a minha chamada!

 

É que isto só a mim...

 

Ninguém por aí com uma cunha na GLS? Eu só preciso que alguém atenda a porcaria do telefone! 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.