Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A (im)competência de quem deveria de estar lá para ajudar

Falei-vos aqui da A (in)sensibilidade de quem deveria de estar lá para ajudar que era pouca e quase inexistente, pois muito bem, hoje falo-vos da competência - neste caso da falta dela - de quem deveria de estar lá para ajudar e efetivamente não está, nem está preocupado com isso.

 

A minha primeira audiência - que ocorreu no início deste mês - foi adiada para esta semana porque existe uma terceira pessoa que terá de ser ouvida no meu processo. Assim, no próprio dia em que iria decorrer a audiência recebi uma chamada logo de manhã do tribunal a dizer que a dita teria de ser novamente adiada, que ainda não havia data definida, para eu aguardar uma carta com a nova data. Questiono o motivo, desconfiada. "Houve um lapso e a [terceira pessoa] não foi notificada para comparecer..." disse a voz do outro lado da linha. Fiquei incrédula. Como me acordaram ainda fiquei a pensar que tinha sonhado, mas quando acordei fui confirmar e efetivamente a chamada tinha acontecido.

 

Sim, leram bem: O tribunal esqueceu-se, ou como eles preferem dizer, teve um lapso, e não notificou quem tinha de estar presente na audiência. Enquanto isto vai e não vai, lá estou eu sem receber um cêntimo do que é meu por direito. Se eu vivesse do ar não havia problema mas choquem... eu preciso de comer e pagar contas e esta gente não está a ajudar nem um bocado!

 

E anda esta gente a brincar aos tribunais!

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 23.02.2017

    É impossível ir contra o sistema.... 
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.