Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Lutar contra o excesso de peso #8

 

Os números da balança continuam a descer.

 

Confesso que há dias, quando subo à balança, que até me dá vontade de chorar por saber que as coisas têm corrido tão bem, apesar das facadinhas. Faltam menos de duas semanas para a próxima consulta, queria perder mais dois quilos até lá e ando motivada. Vamos ver como corre.

 

Até à próxima consulta, tenho dois dias de detox, por semana. Os dois dias de detox da semana passada correram muito bem, 800g em dois dias foram-se. Não, não ando a batidos o dia todo ao contrário do que possam imaginar mas nesse dia tudo o que é massa, arroz, batata e pão é excluído da dieta. Em compensação privilegia-se as proteínas e claro está, os legumes e frutas. Apesar de não passar propriamente fome, porque todos os lanches permanecem nos mesmos horários - ainda que diferentes - não vos vou mentir, fazer dias de detox não é fácil, senti uma grande falta de energia e andei com sono o dia todo, essencialmente no primeiro dia, em compensação não fiquei com vontade de comer este mundo e o outro, que era o que eu mais temia. Só o jantar é difícil. Beber um batido ao jantar - podia ter optado por sopa, mas sopa no verão... ai é difícil - é muito pouco, e acabei a comer uma fatia de bolo e beber um chá antes de ir para a cama num dos dias. Consigo fazer muita coisa nesta vida, mas dormir de estômago vazio não é uma delas.

 

Por livre e espontânea vontade deixei o drenante. Não que me estivesse a fazer mal, mas acabou e como entretanto fiquei doente e tive medo de continuar a tomar juntamente com a medicação, acabei por adiar a compra até que percebi que o meu organismo deixou de ser preguiçoso e continuo a beber água e a ir à casa de banho como se não houvesse amanhã. Ora, se bebo água, se a expulso e se perco peso, acho que está na hora de me manter sem o drenante mais uns tempos. Se é para fazer detox vamos lá expulsar tudo o que é extra desta vida.

 

Fazer dieta não é fácil, o mundo está cheio de tentações, mas a verdade é que está a ser mais fácil do que imaginaria que fosse ser. Não estou a ser maníaca, e há dias que como o que me apetece, esta semana até comi uns quadradinhos de chocolate, mas há vários meses que não como hambúrgueres no pão, nem pizzas, nem francesinhas, em compensação há domingos que perco a cabeça com o pão, como o domingo passado e descobri que esses dias não trazem um mal tão grande ao mundo, que é possível compensar.

 

Aprendi também a controlar-me com as sobremesas. Consigo ter gelados dos que gosto em casa - daqueles bem cremosos - e comer só um pouco. Consigo fazer uma sobremesa e comer só um pouquinho. Consigo abrir uma tablete de chocolate e comer um ou dois quadradinhos só. Acho que esta é a maior vitória. Quanto mais natural este modo de vida se tornar mais fácil será de controlar o peso no futuro.

 

A minha maior dificuldade ainda são as bebidas alcoólicas. No inverno será mais fácil porque opto quase sempre pelo vinho tinto - mas que no verão não me sabe bem - mas no verão tenho uma grande preferência por cerveja e sidra e são tão, mas tão calóricas.

 

A minha maior aliada é a balança. Peso-me todos os dias duas vezes ao dia - de manhã ao acordar, e outra ao deitar - e sei exatamente a variação que é suposto o meu corpo ter. Isto permite-me ir controlando o inchaço do corpo: atualmente à noite peso mais 800g do que de manhã, o que significa que incho 800g por dia, imagino que isto com o tempo poderá reduzir. Quando cometo um excesso ou um erro alimentar - acreditem que são situações diferentes -, consigo perceber ao deitar e isso permite-me corrigir com as refeições do dia seguinte. Estarão agora certamente a pensar que vivo obcecada com a balança, mas não vivo. Mas foi a total ausência de uma na minha vida, durante tantos anos, que me levou ao peso que hoje tenho, por isso acho que posso, e devo, usá-la em minha vantagem e não contra mim. Claro que ela por vezes magoa-me os sentimentos, mas todas as relações desta vida têm os seus dias difíceis.

 

No fundo isto das dietas só tem um ponto negativo: prejudicam a conta bancária... As calças estão a começar a ficar-me largas!

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.