Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

E porque as férias estão...

... temporáriamente a terminar. Há que gozar os últimos cartuchos no dia de folga que nos sobra, e logo após o feriado é dia de trabalho.

 

 

Dia de Folga

Manhã na minha ruela, sol pela janela
O senhor jeitoso dá tréguas ao berbequim

 

O galo descansa, ri-se a criança
Hoje não há birras, a tudo diz que sim

 

O casal em guerra do segundo andar
Fez as pazes, está lá fora a namorar

 

Cada dia é um bico d’obra
Uma carga de trabalhos faz-nos falta renovar
Baterias, há razões de sobra
Para celebrarmos hoje com um fado que se empolga
É dia de folga!

 

Sem pressa de ar invencível, saia, saltos, rímel
Vou descer à rua, pode o trânsito parar

 

O guarda desfruta, a fiscal não multa
Passo e o turista, faz por não atrapalhar

 

Dona laura hoje vai ler o jornal
Na cozinha está o esposo de avental

 

Cada dia é um bico d’obra
Uma carga de trabalhos, faz-nos falta renovar
Baterias, há razões de sobra
Para celebrarmos hoje com um fado que se empolga
É dia de folga!

 

Folga de ser-se quem se é
E de fazer tudo porque tem que ser
Folga para ao menos uma vez
A vida ser como nos apetecer

 

Cada dia é um bico d’obra
Uma carga de trabalhos, faz-nos falta renovar
Baterias, há razões de sobra
Para a tristeza ir de volta e o fado celebrar

 

Cada dia é um bico d’obra
Uma carga de trabalhos, faz-nos falta renovar
Baterias, há razões de sobra
Para celebrarmos hoje com um fado que se empolga
É dia de folga

 

Este é o fado que se empolga
No dia de folga!
No dia de folga!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 24.04.2016 19:36

    Adoro Ana Moura! É mesmo como tu dizes: "é bom mas bom!Image
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.