Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A criança que há em mim

Hoje decidi libertar a criança que há em mim, e essa criança sempre adorou pintar!

 

Apesar de nunca ter sido uma Mula de grandes modas, nem de seguir tendências, fui contagiada! E sabem qual foi o meu maior dilema? Escolher o livrinho, está claro! Na altura que decidi "vou comprar um livro de pintar para adultos" estava longe de imaginar a variedade de livros que existiam, e depois de perceber que os livros tinham determinadas categorias - plantas, animais, mandalas - decidi-me por este. Confesso que foi o livro mais infantil - dentro dos de adulto - que encontrei. Tem figuras místicas, meninas que na minha fantasia são princesas, acima de tudo, tem mais variedade do que os de alguma especialidade, e eu canso-me facilmente, por isso achei este o ideal para mim. E se é para ser criança por algumas horas/dia 'bora lá sê-lo com estilo!

 

2015-09-01_15.11.59.jpg

 

Alguém já se rendeu a estes livros de colorir para adultos, ou anda tudo ocupado sem tempo para relaxar um bocadinho que seja?

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Mula 03.09.2015 18:06

    Uiii se é o que estou a pensar, pareceu-me demasiado complexo para quem se inicia agora nessas andanças. Mas é lindo. Comigo também funciona como terapia, descobri que pintar me faz feliz e eu gosto do que me faz feliz! (Quem não gosta...)Image
  • Sem imagem de perfil

    Papira 03.09.2015 23:18

    Claro é isso mesmo...Procurar fazer aquilo que nos faz felizes! E quando o que nos faz felizes são coisas tão simples como esta, não há motivo para não as pôr em prática!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.