Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Arquiinimigos de Infância

Reencontrei por um mero acaso o facebook de uma antiga - muuuuito antiga - colega de escola, da escola primária, de quem nunca gostei e que tentou durante muito tempo transformar a minha curta vida, num inferno. Como era uma criança desenrascada nunca conseguiu, mas que me moía, moía!

 

Tínhamos 6 anos quando tudo isto começou... Não nos vemos desde os 10 anos e é incrível como não consigo deixar de sentir ódio e revolta quando penso naquela miúda intragável, mentirosa e má. É curioso como tantos anos se passaram e nada destes sentimentos se desvaneceram, ainda que as situações sim. Já nem me lembro propriamente como é que isto tudo aconteceu, e porquê, e lembro-me até que a história da miúda era realmente muito infeliz e que tinha até, no fundo, razões para assim ser... No entanto, vejo isto como uma espécie de bloqueio. E é estúpido, quase 20 anos se passaram deste então, provavelmente a miúda mudou, até pode ser boa pessoa, até porque o que somos em crianças não prediz propriamente o que somos em adultos...

 

Mas não consigo olhar para ela e sentir o que sinto como muitas outras figuras da minha infância: saudades e com vontade de um reencontro. Consigo ainda sentir o ódio que sentia há 20 anos atrás.

 

E vocês? Também têm sentimentos negativos por alguém sem sentido?

Semana 49 - Desafio 365 Fotos

Desafio #365.jpg

 

E o Natal está mesmo à porta. E o desafio a terminar, e ainda ando a pensar se o continuo se não... Vamos lá ver como foi esta semana.

 

1480853740151.jpg

 

Foto 1- Segunda-feira, dia de ressonância magnética ao joelho do Mulo. Que espaço tão... austero.

 

Foto 2- Enquanto se espera pela ressonância o que é que se faz? O melhor que se pode fazer: ler. A terminar a leitura de A Luz de Stephen King.

 

Foto 3- O meu miminho de Natal dos Minijardins da Sofia.

 

Foto 4- Árvore de Natal montada! Pouca era a vontade, mas já está, já brilha.

 

Foto 5- Com este ritmo alucinante a comer mal e afogar as mágoas no chocolate e nas batatas fritas o desfecho não poderia ser diferente: aumentei e bastante de peso, hora de tentar voltar a ter juízo.

 

Foto 6- Mensagens de pacote de açúcar mesmo, a calhar: "Bom dia a quem está nas lonas" e "Bom dia a quem tem os nervos em franja".

 

Foto 7- Estação do Metro da Trindade, destino: Hospital S. João. Há tanto tempo que não andava nas catacumbas da estação da Trindade, uma das maiores e mais movimentadas do Porto.

Já é Natal no Curral!

Apesar do espírito natalício estar um pouco ausente para o normal, a verdade é que o estou a tentar induzir à força. Já tenho a árvore de natal em casa feita, já tenho alguns - quase todos - presentes debaixo da mesma, e aqui o curral, como não podia deixar de ser, também já está enfeitado.

 

Por isso a Mula que já enfiou outros barretes esta semana, enfia mais um, desta vez vermelho e branco e agora é só aguardar a chegada do senhor gordo e barbudo.

 

Christmas Banner.png

 

 

P.S.: Senhor gordo e barbudo se me tentar roubar as bolachas leva palmada na mão, que aqui a Mula está farta, fartinha de ser roubada. Obrigada.

De rastos!

Estou seriamente a considerar laquear as trompas e nunca cair no eventual erro de ser mãe!... Óbvio que é só um desabafo de cabeça quente. Estou tão ansiosa por ser mãe, como ansiosa por cair numa cama e hibernar pelo menos durante 24 horas, o que é totalmente uma antítese, porque filhos e descanso, não combinam nem um pouco mas... Não sei como vou conseguir gerir o meu tempo de futuro para viver, e ser mãe. Começa-me a parecer incompatível.

 

Estou tão cansada, mas tão cansada...

 

Ter o Mulo debilitado faz como que fique sobrecarregada, é nesta altura que percebo que afinal ele fazia muita coisa em casa. Só valorizamos quando já não temos, não é cliché é a realidade.. Chegar a casa cansada, preparar o jantar, estender a roupa, colocar mais a lavar, tirar a loiça da máquina, colocar mais a lavar. Ir aqui e ali, ir às compras sozinha, chegar isto e aquilo, e mais outro, tem sido totalmente desgastante para mim. Não é de todo um frete, óbvio que não. Cuido da casa e do meu marido com total amor e empenho, mas a falta de energia não me permite chegar a todo o lado, não me permite ter tempo para mim, trabalho demasiadas horas por dia, para cuidar depois do que quer que seja, nem de mim...

 

Tirei na quarta-feira o dia para mim, fui ao médico, fui fazer as unhas e a depilação e até isso desejei que não tivesse acontecido. Até isso me cansou. Estou toda desengonçada e começo a sentir-me muito mais irritada que o normal, de forma que não estou a conseguir controlar. Preciso de tempo para mim, nem tempo para vir ao blog tenho tido, e isto faz-me tão bem, e limpa-me tanto a alma... Acho que o blog é o meu ansiolítico e não tenho tomado devidamente a medicação... Mal habituada, bem sei.

 

As coisas aqui na loja estão uma loucura. Bem sei que daqui a pouco tempo, que vou ter muito tempo para descansar, por obrigação, mas até lá ainda vou pirar bastante!

 

Horas extras precisam-se! Obrigada!

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.